Tamanho do texto

Gabi Lima já participou do "Ídolos", é sucesso na música sertaneja e é destaque na coluna Bastidores de hoje; veja outras destaques da coluna

Gabi Lima tinha apenas quatro anos quando começou a se dedicar ao mundo da música. Ela adorava fazer imitações e pegar o desodorante para fingir que era um microfone, mas foi só aos oito anos, quando cantava na igreja, que a cantora realmente mostrou que tinha voz para cantar.

Leia também: Cartunistas debatem trajetória de 55 anos do Homem-Aranha na CCXP 2017

Cantora Gabi Lima é destaque na coluna Bastidores deste sábado (8)
Divulgação
Cantora Gabi Lima é destaque na coluna Bastidores deste sábado (8)


"Hoje eu vivo pra cantar e canto pra viver. A música hoje é minha vida, meu amor, minha vida gira em torno da música, minha família, meu relacionamento com meu namorado, é tudo voltado pra arte. E eu vivo disso", conta Gabi Lima, que, para sua sorte, tem um namorado no meio artístico. "Meu namorado é ator, ele sabe algumas coisas e por ser artistas, evidencia muito mais isso dentro de amor. As amizades dentro do meio. Então respiramos musica 24 horas por dia".

Leia também: Música sertaneja mantém supremacia nas rádios brasileiras em 2017

Ídolos e outras oportunidades

Para quem não sabe, Gabi participou do "Ídolos" em 2011. Apesar de não ter saído de lá como vencedora, a cantora não se arrepende de ter participado do programa musical. "O Ídolos foi um pedacinho, uma desenvoltura a de palco, eu tinha 16 anos, aprendi muita coisa. Até o 'não' que recebi, foi pra eu aprender, aprendi a ser uma pessoa mais segura, os profissionais apontaram me deram um norte", conta ela. "Não me arrependo de nada na minha vida relacionado a musica, seja bom ou ruim. Me ajudaram a chegar onde estou hoje", completa.

As mulheres e o sertanejo

Questionada sobre o atual momento do sertanejo, onde as mulheres dominaram o gênero, Gabi se diz muito feliz. "Eu sou do Rio, quando comecei a cantar ninguém entendia muito. As  mulheres vieram pra quebrar todos os tabus possíveis, falam de empoderamento feminino, elas se amam, elas se valorizam, amam umas as outra, se veneram", comenta. Ainda de acordo com a cantora, não existe uma competição entre as mulheres.

Futuro

O que esperar do futuro? Novidades, segundo ela. "Muita coisa nova, tenho musicas novas, 2018 vou gravar e coisas muito especiais, não posso contar, mas está tendo reuniões, tem muita coisa boa pra vir mesmo, no inicio de 2018", finaliza ela.

"Programa Silvio Santos"

No “Programa Silvio Santos” que vai ao ar na noite deste domingo (10), Silvio Santos recebe a rainha das embaixadinhas Milene Domingues e a fofoqueira Mamma Bruschetta (uma das apresentadoras do programa “Fofocalizando”) em um inédito “Jogo das 3 Pistas”. O patrão lembra Milena, estreante no jogo, que Mamma é a participante que mais pontuou no jogo desde a estreia com 87 pontos. Em outro momento, Milene Domingues lembra Silvio Santos que foi jogadora de futebol no Corinthians na posição meia-direita do primeiro time feminino do clube paulista. “Eu faço embaixadas e fiquei controlando a bola por 9 horas e 6 minutos”, explica Milene sobre o motivo de estar no livro dos recordes mundiais.

Silvio Santos recebe Milene Domingues e Mamma Bruschetta no programa deste domingo (10), no SBT
Divulgação/SBT
Silvio Santos recebe Milene Domingues e Mamma Bruschetta no programa deste domingo (10), no SBT


 "O Que Importa É a Gente Ser Feliz"

O cantor mais romântico do Brasil, Fábio Jr., levará a sua turnê “O Que Importa É a Gente Ser Feliz”, que já é sucesso em todo o Brasil, para a cidade de Crato, no Ceará. O show acontecerá no Fênix Hall, nesta sábado (9) a partir das 22h.

Com hits que atravessam gerações, ”Alma Gêmea”, “Caça E Caçador”, “Felicidade” e “Pai”, o artista promete embalar o show. “Estou ansioso para encontrar essa moçada de Crato, essa noite vai ser boa demais! Nos encontramos lá, hein? Brigaduuuuu!!!", convida Fábio Jr.

Vale lembrar que “O Que Importa É A Gente Ser Feliz”, nome que dá título a turnê, é uma canção que conta com a composição em parceria de Fábio Jr. e Dudu Borges, produtor de seu álbum, que foi lançado pela Sony. 

Fábio Jr.
Divulgação
Fábio Jr.




Leia também: Música sertaneja mantém supremacia nas rádios brasileiras em 2017

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.