Tamanho do texto

Porta dos Fundos, Hugo Gloss e outros destaques da CCXP, Preta Gil e seu novo disco e as mudanças no filme do Queen são destaques dos Bastidores

A CCXP 2017 começa na próxima quinta-feira (07) e vai movimentar São Paulo. O maior evento de cultura pop no Brasil acontece na capital paulista e, durante quatro dias vai levar todos os tipos de atração. Artistas do cinema da TV e dos quadrinhos viram o centro das atenções nos painéis dos maiores estúdios do mundo. Mas, além deles, veremos alguns dos nomes que mais bombam na internet.

Leia também: Dez destaques imperdíveis na CCXP 2017

Espaço Creators receberá diversos influenciadores digitais ao longo de quatro dias
Divulgação
Espaço Creators receberá diversos influenciadores digitais ao longo de quatro dias

Os principais influenciadores digitais brasileiros estarão presentes no Espaço Creators da CCXP 2017 , área dedicada exclusivamente aos criadores de conteúdo digital das principais plataformas: Facebook , Instagram e YouTube. O local conta com um estúdio rotativo no mezanino, que permite aos influenciadores gerar conteúdo para os seus próprios canais com vista para todo o evento no andar de baixo.

Leia também: Guia de sobrevivência: cinco dicas para não passar perrengue na CCXP 

Entre os nomes confirmados estão: Hugo Gloss, Tiago Abravanel, Mari Moon,  Porta dos Fundos , Felipe Castanhari, Pathy dos Reis, Cellbit, Ana Maria Brogui, Muca Muriçoca, Foquinha, Nyvi Stephan, Pyong lee e Nathalia Arcuri, entre outros.

O espaço permite ainda interagir com os fãs, em que é possível conversar, pegar autógrafos e tirar fotos. E a grande novidade de 2017 é um palco na área externa, onde os Creators poderão apresentar seus shows, stand-ups, podcasts, etc. Um telão virado para o público vai mostrar - por meio de GIFs, boomerangs e fotos – os bastidores do Espaço Creators.

Saga bíblica

A Record segue em sua saga bíblica e, em dezembro, vai exibir o documentário “Hebreus – A Saga de Um Povo”. Com reportagem de Rogério Guimarães, de São Paulo, e de Herbert Moraes, correspondente em Israel, o programa será exibido na próxima segunda-feira (11). O especial narra a trajetória de um dos povos mais antigos da humanidade, cuja história teve grande influência na construção da nossa civilização. A produção contará com imagens produzidas pela área de teledramaturgia do canal, utilizadas em novelas como “Os Dez Mandamentos”.

Fazenda

Enquanto isso, a emissora contará com o reforço de Gugu Liberato na “Fazenda”. Os três finalistas do reality show vão ser surpreendidos com a visita do apresentador, que fará seu programa ao vivo da sede do reality. Além de conhecer a casa, o apresentador vai conversar com os peões que disputam o prêmio de R$ 1,5 milhão. Gugu ainda vai fazer algumas surpresas com os finalistas.

Será?

Preta Gil comenta desejo de gravar
Divulgação
Preta Gil comenta desejo de gravar "lado B" do pai, GIlberto Gil

Em visita a sede da Deezer, Preta Gil fez uma confissão em relação a música de seu pai, Gilberto Gil. A cantora contou que não consegue escolher uma música favorita do pai e que gostaria de gravar uma releitura de alguma música dele, algo mais lado B. Ainda em sua visita, ela comentou as muitas parcerias do disco, Marília Mendonça, Pabllo Vittar e Gal Costa, dizendo que há muito tempo desejava realizar a parceria com Gal, que é sua madrinha de batismo. O resultado desse feat pode ser conferido na música de trabalho recém lançada “Vá Se Benzer”. Para completar, Preta falou sobre o carnaval 2018, quando assumirá o bloco expresso 2222 em Salvador, além de comandar o Bloco da Preta no carnaval de rua do Rio de Janeiro.

Leia também: Clipe polêmico de Preta Gil e Gal Costa e outros lançamentos musicais da semana

Um livro desses bicho!

Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema), em parceria com o Canal Brasil publicou “ Documentário Brasileiro — 100 Filmes Essenciais”, livro que reúne ensaios sobre produções de diferentes épocas e formatos, escolhidos em votação realizada no primeiro semestre de 2017, da qual participaram integrantes da Abraccine e convidados. A publicação conta ainda com 20 textos sobre personagens e movimentos importantes na história do documentário no Brasil — gênero este que mais se desenvolveu nos últimos 20 anos, ampliando o número de filmes no mercado exibidor a partir do acesso à tecnologia digital.
Entre os mais de 100 autores do livro estão nomes ligados à crítica, ao ensino e à pesquisa de cinema, como Ismail Xavier, Fernão Ramos, Maria Dôra Mourão, José Geraldo Couto, João Luiz Vieira, Carlos Alberto Mattos, Luiz Zanin Oricchio, Hernani Heffner, Eduardo Morettin, Alfredo Manevy, Maria do Socorro, Pedro Butcher, Sérgio Moriconi, Pablo Villaça, Ângela Prysthon, Rodrigo Fonseca, Maria do Rosário Caetano, Marcelo Janot, Cléber Eduardo, Junia Torres e Ilana Feldman. 
O livro também se detém na representação das mulheres, dos negros, dos indígenas e da periferia no documentário e aborda a presença do gênero no desenvolvimento do cinema experimental, da Boca do Lixo e da videoarte. “Mesmo que alguns filmes marcantes não estejam presentes entre os 100 filmes essenciais, eles são analisados com profundidade nesta parte histórica”, registra Paulo Henrique Silva, organizador do livro e presidente da Abraccine. O evento de lançamento oficial acontece nessa quarta-feira (06), na Blooks Livraria, no Espaço Itaú de Cinema do Rio de Janeiro.

De fora

Rami Malek como Freddie Mercury em
Divulgação/Entertainment Weekly
Rami Malek como Freddie Mercury em "Bohemian Rhapsody"

Bryan Singer está oficialmente fora da direção de “ Bohemina Rhapsody” , filme sobre a história da banda Queen, que já está sendo gravado. Com apenas três semanas faltando para o fim da gravação, ele foi demitido pela Fox, depois de desaparecer após o recesso de Ação de Graças. O diretor (“X-Men”, “Os Supeitos”) já estava envolvido em polêmicas, com fontes no set dizendo que ele se atrasava constantemente, sendo substituído na direção pelo diretor de fotografia. Conflitos com o protagonista, Rami Malek, também foram ventilados. O diretor soltou um comunicado após sua demissão, dizendo que estava enfrentando problemas familiares e que pediu ao estúdio em tempo para voltar para casa e cuidar da saúde do familiar (e da sua), mas que a Fox decidiu por dispensá-lo.

Coincidência ou não, o nome de Singer tem ficado em “stand-by” desde que as acusações de assédio começaram a pipocar em Hollywood nos últimos meses. Acusado anteriormente de abuso por uma rapaz menor de idade, muitos acreditam eu o nome do diretor poderia estar envolvido em uma nova “onda” de acusações.

Leia também: Confira: o guia definitivo das atrações da CCXP 2017

    Leia tudo sobre: instagram
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.