Tamanho do texto

Entrevista com Manu Gavassi, novo programa de música do Bis e as emoções de “Tempo de Amar” são destaques da coluna Bastidores do domingo

" Olá, Caderno " promete agitar o mundo da literatura infanto-juvenil. A obra conta a história da jovem Nina, uma adolescente que tem um “quê” de Bella Swan, a heroína de "Crepúsculo", e alguma coisa de Regina George, uma das meninas malvadas do filme homônimo. O livro também marca a estreia de Manu Gavassi no mundo da literatura. Em um papo com a coluna sobre o lançamento de seu primeiro livro, a cantora explicou que não pensava entrar para a literatura. "Eu comecei tentando escrever um roteiro de uma série, mas quando mostrei para um amigo que entende disso, ele me disse 'Manu, você não sabe escrever roteiro. Mas continua, que isso está muito bom'. E eu continuei, e acabei mostrando alguns textos para a editora, que também achou que estava muito bom e eu não precisava de ajuda. E aí, surgiu esse livro", contou. "É surreal, é muito legal pensar que as coisas que eu falei vão ser publicadas."

Leia também: Manu Gavassi participa de série do Multishow e planeja novo clipe

Depois de se avetruar na dramaturgia e na música, agora Manu Gavassi testa seu talento como escritora em
Guto Costa/Divulgação Multishow
Depois de se avetruar na dramaturgia e na música, agora Manu Gavassi testa seu talento como escritora em "Olá, Caderno"

Ao todo, Manu conta que levou dois anos para escrever todos os textos do livro - sim, a jovem não fez o uso de Ghost Writers para terminar sua obra. Apesar de ter uma vida atarefada - Manu Gavassi é cantora e atriz e já participou de séries, filmes e novelas -, ela conta que não teve problemas para escrever o livro. "Muita gente me pergunta como eu arranjei tempo. Eu acho que, quando você está fazendo algo de que gosta, não precisa arrumar tempo. Eu não sentava para escrever pensando 'ai que saco, tenho que escrever isso'. Eu sentava e me divertia escrevendo". 

Leia também: Manu Gavassi reclama de photoshop em revista: "Eu nem me reconheço direito"

Divulgação
"Olá, Caderno", o primeiro livro de Manu Gavassi

E o que devemos esperar dessa obra? De acordo com a autora, muita verdade! "Acho que vão encontrar muita verdade, muita identificação. Principalmente quando você é novo, você precisa de identificação, você precisa de modelos. E eu tentei escrever isso da maneira mais carinhosa possível, mesmo sobre situações pesadas, ruins e difíceis, porque eu acho que tudo tem um motivo para você passar, e a adolescência é uma fase complicada mesmo."

A história

“Olá, caderno” conta a história de Nina, uma menina de 17 anos que sabe o que quer da vida, mas não tem muita certeza sobre quem é ou como se encaixa no mundo. E a partir de sua perspectiva ácida e bem-humorada, divide com o leitor suas experiências, paixões, alegrias, dúvidas e tristezas. Nina despeja no caderno seus pensamentos mais nobres e mais frívolos, além de desenhos, letras de música, poesias, e trata um retrato sincero de seus pais ausentes, de seus irmãos problemáticos, mas amorosos, de seus amigos e de outros personagens com quem convive.

Final feliz?

Em “ Tempo de Amar ”, Lucinda (Andreia Horta) está finalmente conseguindo o que mais quer: o amor de Inácio (Bruno Cabrerizo). Isso porque o jovem português vai pedir a vilã em casamento. Depois de saber que está completamente curado da cegueira, ele irá fazer o pedido em frente a família da moça. “Eu não devia. Quem sou eu para pedir a mão de Lucinda? Não tenho nada a oferecer nem a ela, nem a ninguém”, diz o moço. As cenas vão ao ar a partir segunda-feira (06).

Segunda musical

Dedé Teicher e Guilherme Guedes apresentam novo programa do Canal Bis que irá comentar performances musicais
Divulgação
Dedé Teicher e Guilherme Guedes apresentam novo programa do Canal Bis que irá comentar performances musicais

A partir dessa segunda-feira (06), o  Canal BIS  estreia um novo programa, o “Álbum Musical” . Apresentado por Guilherme Guedes e Dedé Teicher, o programa vai comentar performances musicais, levando conteúdo e curiosidades aos espectadores em 17 episódios temáticos. Entre eles, estão: ”Engajadonas”, que apresenta músicas que questionam as normas ao mesmo tempo em que divertem e entretêm o público; “Rock Vive” que traz artistas que, de um jeito ou de outro, mantém o rock vivo; “Verde e Amarelo”, apresentando sucessos da música brasileira de diferentes épocas”; “Desplugado” que reúne músicas famosas em suas verões acústicas; “Ritmos e Batidas”, com o melhor do rap, do hip-hop e da black music; entre outros.

Faça sexo

Fernanda Alves
Divulgação
Fernanda Alves

A jornalista Fernanda Alves fotografou para uma campanha antidrogas que ajudou a idealizar. Trata-se de "Faça sexo, não use cocaína". Os cliques foram feitos no estúdio do fotógrafo Beto Rignik em São Paulo. Fernanda pontua que  a ideia da campanha é tentar despertar o desejo de pessoas que são usuárias de cocaína. Que perderam o prazer por tudo, pelos seus parceiros, não gozam de uma vida saudável e necessária. As fotos serão divulgadas nos próximos dias, mas coluna exibe um aperitivo.

Sem social e sem crise

O Festival Lollapalooza Brasil anunciou a virada nos preços do ingresso e o fim da “entrada social”, que permitia pagar meia no ingresso ao fazer uma doação para o Criança Esperança. Com preços beirando o abusivo, agora quem quiser assistir os três dias de evento em 2018 terão que bancar R$ 2.000,00 pelo Lolla Pass, que dá direito aos três dias. Para comparar, esse ano o 1º lote do Lolla Pass (para dois dias ao invés de três) era R$ 920,00. Em 2016, o valor de dois dias era R$ 660,00 e em 2015 R$ 580,00. A próxima edição do festival contará com The Killers, Red Hot Chilli Peppers e Pearl Jam como headliners.

Leia também: Manu Gavassi surge nua na capa de álbum: “Mandei nudes”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas