Wesley Safadão teve show suspenso pela Justiça
Reprodução/Instagram
Wesley Safadão teve show suspenso pela Justiça


Justiça do Amazonas suspendeu o show do cantor Wesley Safadão, que aconteceria na 8ª edição do Festival Internacional de Tribos do Alto Solimões (Festisol), em Tabatinga, interior do estado. A apresentação do cantor custaria R$ 700 mil aos cofres públicos da cidade. 


A decisão é do juiz Edson Rosas, da primeira vara da cidade. A apresentação era prevista para ocorrer nos dias 25 e 28 de agosto, sendo alvo de Ação Civil Pública ajuizada pelo Minstério Público do Amazonas (MPAM).

Na decisão do juiz, Edson Rosas se baseou em outros casos e citou um show da dupla Bruno e Marrone que ocorreu em Ucururitiba, em junho, que também foi proibida pela Justiça. Apesar da proibição, o show da dupla ocorreu após a prefeitura da cidade anunciar que empresários pagariam os artistas. 

"Defiro o pedido [...] ora postulado para determinar a imediata suspensão da realização do show do cantor conhecido como “Wesley Safadão”, programado para ocorrer no VIII FESTISOL, entre os dias 25 e 28 de agosto de 2022, devendo o Município se abster de ordenar e efetuar quaisquer pagamentos com recursos públicos para a dita apresentação artística", determinou o juiz. 

Em caso de descumprimento da decisão, o juiz impôs multa de R$ 500 mil e autorizou força policial e apreensão de bens necessários à realização do evento, como instrumentos musicais e caixas de som. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários