Simone e Simaria
Reprodução/Instagram
Simone e Simaria


Simaria, da dupla sertaneja com Simone, está cansada. "(Eu ouvia) 'cala a boca', 'não fala isso', 'não fala aquilo'... Mas, cara, eu com 40 anos não vou mais me calar. Vou falar o que acho que é certo", contou a artista, ao detalhar a conturbada relação profissional com a irmã. As duas anunciaram, na última semana, o encerramento da parceria artística por tempo indeterminado. Após comunicar, por meio de nota, que se afastaria dos palcos para cuidar da saúde, Simaria abordou o assunto pela primeira vez.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

"Não significa que porque venceu juntas, tem que morrer com duplinha pra sempre, sabe?", ela ressaltou ao programa "Domingo espetacular", ao citar a pausa da dupla e o fato de a irmã Simone Mendes agora estar cumprindo a agenda de shows sozinha.


'Lugar inviolável'

Simaria canta profissionalmente desde os 14 anos, quando passou a integrar a banda de Frank Aguiar. Dois anos depois, Simone também entrou para o grupo do cantor de forró. "Hoje, meu pai diria: 'Minha filha, não permita que ninguém invada seu coração, seus princípios e as coisas que você acredita, sabe por quê? Porque esse lugar é inviolável, e ninguém pode tocar'".

+ Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

Simaria se separou recentemente de Vicente Escrig, com quem foi casada por 14 anos. Com o ex-marido, ela teve os filhos Giovanna, de 9 anos, e Pawel, de 5. Ambos disputam na Justiça a partilha dos bens que eles possuem no Brasil e na Espanha. O drama familiar gera momentos de estresse para a cantora.

"Um artista quando perde a voz fica triste, né? Não vou chorar porque já chorei muito, nesses dias todos", contou Simaria, que perdeu uma tia, a quem considerava uma "segunda mãe", no último mês. "Por mais sucesso que eu faça, espero que Deus nunca permita que eu perca minha essência".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários