Yarley relembra 'Farofa da Gkay' e revela crush em Gil do vigor
Reprodução/Instagram @Yarley - 25/05/2022
Yarley relembra 'Farofa da Gkay' e revela crush em Gil do vigor

Yarley Ara tem 21 anos, mais de 6 milhões de seguidores, e é um dos influenciadores da área de humor nas redes sociais. Em 2021, Yarley causou na "Farofa da GKay" e ganhou mais holofote. Sem segredos, o influenciador entrega um crush famoso ao iG Gente e planeja o affair para a próxima festa da GKay.

Yarley diz que em festas como a "Farofa da GKay" incorpora o verdadeiro significado de liberal. E, apesar de se definir como homossexual, abre espaço para se relacionar com mulheres. "Eu sou gay, porém, quando eu bebo, eu gosto de ficar com mulheres e homens ao mesmo tempo. E a farofa é isso, né? A farofa é liberdade, é você ficar sem se preocupar, a farofa é diversão, eu acredito ser um momento em que todo mundo fala 'Quer saber? Eu vou guardar o celular e vou me jogar'", reflete.

Não é novidade de que o que torna a farofa especial é a união dos famosos e influenciadores das redes sociais. No entanto, embora haja muitas celebridades para se divertir, Yarley conta que prefere pessoas que estão fora dos holofotes. 

"Eu adoro beijar na boca, mas eu não gosto de ficar com famoso. Eu gosto de ficar com anônimo, eu gosto de ficar com segurança, com o porteiro, com manobrista. Gosto de estar com o famoso, mas o problema de famoso é que é tudo escondido, famoso é tudo no sigilo", entrega.

Entretanto, para os planos da edição deste ano, Yarley diz abrir exceção para um ex-BBB famoso. "Quero muito beijar o Gil do Vigor, eu tenho uma tara nele, já vi umas olhadas, acho ele super gostosinho."

E, assim como há interesses e amizades, o mundo das webcelebridades também é marcado por confusões. Questionado se havia algum famoso com quem não se desse muito bem, Yarley pondera, mas relembra um atrito com o influenciador Álvaro. 

Na conversa, o influenciador de 21 anos relembra um momento cômico em que recebeu um 'não' de Álvaro durante a Farofa. Mas, apesar do quase beijo, assume que a relação entre eles é de "amor e ódio". 

"Eu já levei um fora do Álvaro na Farofa, babado!", recorda rindo da situação. "Eu sempre falo que a gente tem um caso de amor e ódio, porque, se vamos para o rolê, ou a gente se fala muito, ou não olhamos nem na cara um do outro", confessa.

Sobre Lucas Guedes, parceiro de Álvaro, Yarley diz não ter nada a reclamar. "Eu amo o Lucas, ele me trata muito bem ele é incrível. Eu não entendo, não sei se é ciúme de Álvaro, mas Lucas é incrível".

Carreira

Quem vê Yarley levando riso a outras pessoas, não imagina que por trás do sucesso na internet o influenciador teve que passar por situações difíceis. Yarley é um dos três filhos adotivos de Ariete, mãe também de Patrícia, de 25 anos, e Raíssa, de 10. A família morava na favela do Barroso, em Fortaleza.

Ao compartilhar os primeiros vídeos nas redes sociais, Yarley refletiu se as pessoas gostariam de ver a rotina de uma garoto pobre da periferia da capital cearense.

"Quando comecei eu falei assim: 'Eu não tenho nada para mostrar, eu tenho a minha realidade, eu não sei se o pessoal quer ver a minha casa do jeito que é'", relembra.

"Eu tinha um preconceito comigo mesmo, tinha preconceito com meu corpo, com a minha casa. E eu falei 'É essa a minha casa, a minha realidade, a minha história e a minha mãe. Eu não posso negar isso aqui'. E foi quando eu gravei e as pessoas se identificaram muito com a minha família", conta.

Os vídeos do influenciador bombam nas redes sociais pelas pegadinhas familiares, os comentários debochados e as frases engraçadas. Com isso, a mãe de Yarley e a irmã, Raíssa, passaram a trabalhar com a internet também. 

Com o sucesso dos vídeos no Instagram e TikTok, o influenciador passou a marca dos seis milhões de seguidores. Mas para além dos números, o sucesso fez com que Yarley prosperasse financeiramente.

Ao iG, o influenciador conta que percebeu que havia 'chegado lá' quando em apenas um dia recebeu a quantia de 100 mil reais por um trabalho publicitário. Atualmente, Yarley monetiza os canais das redes sociais e também atua como uma empresa utilizando o próprio nome e a influência. Com o trabalho, o influenciador pôde comprar uma casa para a família e proporcionar um alto padrão de vida. 

"Eu tinha um sonho, sabe? Eu falava, 'Meu Deus, eu quero comprar minha casa com, pelo menos, 25 anos', e hoje com 21 anos eu consegui comprar. Desde pequenininho eu queria uma casa grande e confortável, que eu pudesse receber meus amigos".

"Mas o que de fato fez mudar a minha vida? Eu sempre falava 'Eu só vou ser famoso se um dia eu conseguir que minha mãe pare de trabalhar'. Eu sou o provedor da casa, hoje ela não trabalha, hoje eu cuido de tudo, então, isso, para mim, é a maior conquista. Sucesso é quando minha geladeira está cheia, quando o armário está lotado, quando minha família está na mesa e está todo mundo feliz", analisa.


Do bullying ao estrelato

Yarley já postava vídeos quando viu o perfil passar a ter milhares de seguidores. O motivo? Um vídeo com a irmã Raíssa que viralizou na web. Na gravação, Yarley diz o bordão "Trava na beleza", que passou a ser a marca registrada dos vídeos de humor.

No entanto, apesar de ter viralizado como um vídeo engraçado, a história por trás escâncara uma realidade difícil de bullying e racismo. Yarley explica que na época em que postou o vídeo, Raíssa, a irmã caçula, era vítima de perseguição e comentários maldosos na escola em que estudava. A situação era tão grave, que Raíssa passou a evitar frequentar o ambiente escolar. 

"Tive que tirar a Raíssa da escola. Eu me lembro que ela começou a fazer queixas de não querer ir para a escola e, para mim, aquilo ali era muito estranho, porque ela sempre foi determinada. Ela é toda para frente e aquilo ali me assustou muito. Eu pensei 'Meu Deus, o que está acontecendo?'", recorda.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Yarley diz que a irmã, por receio da reação do influenciador, não contou o problema que estava passando no ambiente escolar. E foi através de outros familiares que ficou sabendo do caso de bullying.

"Na escola, estavam chamando ela de macaca, falando do cabelo dela, que era crespo, que era bombril, que ela era gorda, estavam falando da cor dela, e chegou em um ponto da Raíssa não se sentir bem e começar a querer alisar o cabelo, a raiz, ela sempre ficava com cabelo amarrado".

Com a presença da irmã nos vídeos, Yarley passou a levantar a autoestima da garota e trazer pautas de empoderamento. A ocorrência de bullying só chegou ao fim quando a família transferiu Raíssa para uma escola particular. 

Assim como o irmão, a garota de 10 anos também é influenciadora e conta com mais de 1 milhão de seguidores no perfil do Instagram. Atualmente, com uma nova rotina, Yarley conta que Raíssa é adorada nos lugares em que passa, como na escola e nas ruas ao ser reconhecida pelos seguidores. 

Emocionado, o influenciador declara o amor pela caçula. "Ela mudou a minha vida, ela acreditou em mim quando ninguém acreditou. Eu não sei falar. Eu acho que é uma coisa também espiritual. Eu tenho uma lição de vida com ela muito genuína, eu amo ela, ela é, para mim, além de irmã, é como se fosse uma filha. Eu sempre me emociono quando eu falo dela porque ela me ajuda diariamente a ser uma pessoa melhor", finaliza


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários