Sonia Abrão falou de situações sobrenaturais com Chorão
Reprodução/Rede TV - 28.03.2022
Sonia Abrão falou de situações sobrenaturais com Chorão


Prima de Chorão, Sonia Abrão se emocionou ao comentar duas situações sobrenaturais que vivenciou com o vocalista do Charlie Brown Jr. Durante o "A Tarde É Sua" desta quarta-feira (25), a apresentadora contou que a irmã de Chorão, que morreu em 2013, foi avisada que "iria encontrar o cantor logo". Além disso, Sonia sente que "foi avisada" da morte de Chorão. 


"Minha prima Tânia, irmã dele, ela foi para Belém do Pará para ver uma médium famosa e que o Chorão teria conhecido e admirado o trabalho dela. Ela, conversando com a médium, recebeu uma mensagem dele", contou.

Sonia então conta que a prima sentiu a presença dele, ouviu coisas que apenas os dois sabiam e recebeu um aviso. "A médium disse: 'Tânia, não chore, não se desespere, daqui a pouco, vamos estar juntos'. E dali, um ano, ela morreu também. Minha tia morreu dois filhos em um espaço de um ano e ele tinha avisado", disse. Sonia também contou do ocorrido com um boné da banda de Chorão.

"Estava no meu quarto, lendo, quieta, isolada, não tinha janela aberta, um vento, não tinha nada dentro do quarto que pudesse deslocar algo de lugar, mas tenho uma estante grande e meu filho tem a mania de pendurar o boné da 'família 13' do Chorão na quina da estante, aí aconteceu isso", começou.

"Eu estava lendo e aí o boné se desprendeu da estante, mas não caiu no chão, a sensação que tive era que ele caiu em câmera lenta. Depois, nesse dia, de madrugada, tocou o telefone e eu soube que o Chorão tinha morrido. Então, para mim, ficou evidente que ele passou por ali e avisou da passagem dele. Foi tão claro, que não tinha como duvidar", conta. 

Durante o programa, Sonia também se emocionou e contou que presenciou uma situação sobrenatural que a marca até hoje. "Eu tinha uma amiga muito querida que veio a falecer, um mês depois, eu achei que estava dormindo, mas até hoje não sei. Minha impressão naquele momento é que eu não estava dormindo, de repente, ela estava do meu lado", afirmou.

"Ela tocou em mim, estava chorando e dizia: 'Por favor Sônia, me diga se eu estou viva ou estou morta'. Mas eu sentia que eu estava acordada, com toda certeza, não dá para falar diretor, não dá", disse, se emocionando.

"Foi muito forte, uma pessoa quando não sabe onde está mais, era um momento de desespero dela e dava uma aflição, não sabia se falava ou não. Ela levantou foi andar pela casa, foi para a sala e foi embora, agora, me pergunta como ela foi embora? Não sei, só sei que de repente ela foi embora e eu não pude dar a resposta para ela", contou. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários