Pai de Paulo Gustavo desfila pela São Clemente
Reprodução/TV Globo
Pai de Paulo Gustavo desfila pela São Clemente


A São Clemente foi a escola rebaixadas neste Carnaval. Na tarde desta terça-feira, os jurados da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) se reuniram para a apuração dos desfiles das escolas de samba deste ano. No próximo Carnaval, a São Clemente vai desfilar pela Série Ouro. Mesmo antes do fim da leitura do último quesito, agremiação da Zona Sul ficou em último lugar entre as 12 escolas de samba.

A ordem dos envelopes abertos foram, respectivamente, fantasia; harmonia; comissão de frente; samba-enredo; bateria; alegorias e adereços; enredo; mestre-sala e porta-bandeira e evolução. A evolução das escolas de samba durante os desfiles na Marquês de Sapucaí na sexta-feira (22) e sábado (23) foi o critério para definir a vencedora do Carnaval de 2022, em caso de empate, que só é considerado na primeira colocação, desde que haja a mesma sequência de subtotais.


Leia Também

Quarta agremiação a entrar na Avenida no primeiro dia de desfiles do Grupo Especial, a São Clemente emocionou quem esteve no Sambódromo ou acompanhou o desfile de casa. Com uma homenagem ao humorista Paulo Gustavo, a São Clemente apresentou, na madrugada de sábado, o enredo "Minha Vida é uma Peça". O enredo levou uma importante mensagem em defesa da diversidade e da causa LGBTQIA+ e foi o ponto alto da escola. No entanto, problemas técnicos tiraram um pouco o brilho da apresentação.

Leia Também

Na comissão de frente, foi possível notar que as roupas de componentes do ballet se rasgaram no momento da apresentação aos jurados. A iluminação do tripé também foi uma questão, que só conseguiu ser totalmente ligado perto da cabine dos primeiros julgadores. Logo na entrada, o carro abre-alas teve problemas nas rodas malucas. A demora para realizar o reparo refletiu na evolução no início do desfile, que teve que ser acelerado para não estourar o tempo.


Recurso


Pouco antes do fim da leitura das notas na Apuração deste Carnaval, a São Clemente desistiu do recurso contra a Paraíso do Tuiuti. Na tarde desta terça-feira, o presidente da Liesa, Jorge Perligeiro, confirmou, nesta terça-feira, agremiação da Zona Sul protocolou recurso contra a Paraíso do Tuiuti. A escola do Centro teria pedido a punição da rival por uma suposta nudez de integrante durante o desfile.

De acordo com Perlingeiro, o recurso será avaliado após o fim da apuração que acontece na Praça da Apoteose. O incidente aconteceu com a princesa Tuiuti, Mayara Lima, que teve um problema em parte da fantasia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários