Solange Almeida relembra crise de pânico por uso de cigarro eletrônico
Reprodução 25.03.2022
Solange Almeida relembra crise de pânico por uso de cigarro eletrônico

Solange Almeida afirma ter passado por uma experiência terrível com o uso de cigarros eletrônicos. A cantora de 47 anos participou do podcast "EmPODeradas", onde pôde expor os problemas de saúde desenvolvidos pelo uso do famoso "vape".

"Eu não tinha falado disso até hoje e queria que servisse de alerta para as pessoas. No final de 2020, fui apresentada ao cigarro eletrônico, estava com uma turma e tal... Aí comecei a usar aquilo e virou aquela coisa de: 'é bacana isso aqui!, eu vou usar!'", relembrou a artista, que havia deixado de fumar cigarros convencionais há 15 anos.

"Quando eu fui ver, quando eu fui dar conta de como eu estava, eu já estava, digamos que, realmente viciada naquilo, sabe? De acordar com ele do meu lado, na cabeceira da minha cama. Começou em uma festa particular e vi aquilo. 'Que interessante! Não tem nicotina! Me dê aqui! É um vaporzinho e não sei o quê'. Rapaz, meu amor, vaporzinho que eu quase perdi tudo! Do meu pulmão ficar lascado, entendeu?. continuou.

"Aquilo começou a me trazer um estado de ansiedade que vocês não têm ideia. Eu ouvia vozes! Com o cigarro eletrônico, comecei a sentir coisas que eu não sentia. Era uma ansiedade, crise de pânico, uma série de coisas que depois fui ver de pessoas que deixaram de usar que sentiram a mesma coisa", desabafou a ex-vocalista da banda Aviões do Forró.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários