Gabriel Sequeira ficou famoso ao interpretar o Renato de
Reprodução/Instagram
Gabriel Sequeira ficou famoso ao interpretar o Renato de "Duas Caras"

Há sete anos, ao completar 18, Gabriel Sequeira passou a perceber que estava mais ansioso do que de costume. Depois vieram pequenas crises de pânico e com ela a respiração descompassada. Foi quando o ex-ator mirim, que estreou em "Duas caras", num dos principais papéis da trama de Aguinaldo Silva, encontrou no ioga uma saída e agora uma nova profissão. Agora, aos 25 anos, o ex-ator mirim se tornou instrutor da prática.

Entre  no canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro das principais notícias dos famosos e da TV

"Quando as crises começaram, em 2015, eu comecei a pesquisar muito para tentar encontrar algo que me ajudasse além da terapia. Já gostava de praticar todos os tipos de esporte, e encontrei no ioga as ferramentas para melhorar minha vida como um todo", explica.

Há dois meses, após a formação, Gabriel começou a dar aulas online e partirá para o presencial em breve. "Estou reformando uma área em casa para receber os alunos", diz ele, que mora em Vista Alegre, na Zona Norte do Rio, praticamente desde que nasceu.

Leia Também

São os vizinhos, que viram o menino crescer e estrear na TV, em 2008, que vibraram quando a novela entrou para o catálogo do Globoplay. "Até hoje falam comigo, lembram da novela. Quando estreou na plataforma, muita gente nas redes sociais também me procurou porque tinha a curiosidade para saber como eu estava depois de adulto", conta.

Fisicamente, Gabriel pouco mudou. O que torna fácil ligá-lo ao menininho da novela que sofre nas mãos da madrasta, interpretada por Alinne Moraes. Namorando há seis anos, ele ainda mora com a mãe na mesma casa.

Embora tenha encontrado no ioga e na faculdade de Educação Física - que termina neste semestre - uma nova paixão, o teatro foi retomado. "Fiz cursos, estudei bastante e quero ir aos testes novamente. Percebo hoje como o movimento do ioga e do teatro se preenchem", diz ele, que não esconde certa frustração com a fase de adolescência, quando os trabalhos não aconteceram: "Fiz muitos testes e recebi não. Claro que me frustou, mas hoje, mais maduro, entendo que existem ciclos e precisamos passar por eles".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários