Eliana
Divulgação
Eliana

"Uma mulher criativa e sempre em busca de novidades". Assim Eliana se vê após 30 anos de carreira na TV. No próximo dia 9, a apresentadora fará sua estreia no streaming comandando o “Ideias à venda”, um novo programa sobre empreendedorismo. Apaixonada pelos palcos e por comunicação, a loura avalia a empreitada como uma grande oportunidade e recorda:

"Eu me reinventei algumas vezes ao longo da carreira. Fui cantora, apresentadora infantil, hoje falo com a família brasileira no meu programa... Estou há 17 anos como representante feminina aos domingos na TV, um ambiente predominantemente masculino. Falo por meio da TV, nas redes sociais e, agora, no streaming. É uma nova forma de me comunicar e ampliar o meu público."

Na atração, que estará disponível na Netflix, quatro empreendedores criativos apresentam seus projetos na disputa por um prêmio em dinheiro. Para isso, precisam da aprovação de um júri técnico e de 100 consumidores dispostos na plateia. Apesar de se aventurar na nova plataforma, a paulistana deixa claro que se aposentar da TV não está em seus planos.

"Tenho muito respeito pela forma com que eu me comunico com as pessoas e também paixão pela TV. Uma coisa não exclui a outra, muito pelo contrário. Eu acredito na convergência dessas mídias, elas são complementares. Eu sou a maior prova disso. Nasci na TV e fui convidada para ser apresentadora do primeiro programa de empreendedorismo brasileiro da Netflix. Como mulher, também identifico uma grande vitória aí", enfatiza.

Reflexões sobre esse tema, aliás, são pautas recorrentes para Eliana, que afirma seu desejo de “ser uma rede de apoio para outras mulheres”. Tal qual o “Ideias à venda”, que une o empreendedorismo a temáticas como meio ambiente, acessibilidade e respeito aos animais, a apresentadora destaca:

"É papel de quem tem a força para se comunicar com muitas pessoas tocar em pontos importantes, se preocupar com o próximo. Eu sou mulher, mas tenho meus privilégios e sei deles. Então quero ajudar outras mulheres, colaborar, mostrar a força da brasileira. Faço isso no meu programa e também nas minhas redes."

Leia Também

Em dezembro do ano passado, ao ser fotografada sem perceber em um momento descontraído de biquíni, a apresentadora fez um desabafo nas redes sociais sobre as cobranças com o próprio corpo. Eliana vendeu a ideia da autoaceitação e ganhou apoio de outras famosas e seguidoras nos comentários.

"Aquele episódio, que me causou estranheza a princípio, foi importante para uma libertação da pose. Acho que a maturidade me trouxe essa segurança. Hoje, estou feliz comigo, com meu corpo, minha vida profissional e pessoal. Em 2022, faço 50 anos e quero comemorar da maneira mais transparente possível, com todas as pessoas que me acompanham durante esses anos", deseja a loura que, agora eternizada no streaming, não briga com a idade: "Temos que normatizar a velhice, todo mundo vai chegar lá."

Fascínio pelo tema

“O programa ganhou meu coração porque mostra um empreendedorismo brasileiro. Pessoas que têm paixão e, mesmo na dificuldade, persistem, insistem e têm preocupações para além do produto”.

Ideia na cabeça

“Se eu fosse vender uma ideia como os empresários fazem no ‘Ideias à venda’, com certeza seria sobre algo relacionado à acessibilidade. Sou madrinha do Teleton, então vivo isso sempre. Projetos sobre esse tema mexeram com meu coração”.

Formato pronto

“Gosto sempre de aprender, estudar. Diferente de outros programas que já apresentei, em que comecei do zero, este já existia, estava pronto quando cheguei. Aprendi muito nas reuniões e também com os empreendedores”.

Para avaliar os projetos

“Ideias à venda” tem seis episódios e traz, em cada um deles, um convidado da área temática do programa. O júri fica completo com a presença fixa da empresária e ativista Luana Génot.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários