Marília Mendonça é eleita a “Influenciadora do Ano” pelo iBest 2021
Marcelo de Assis
Marília Mendonça é eleita a “Influenciadora do Ano” pelo iBest 2021

Nesta quarta-feira (5), a morte da cantora sertaneja, Marília Mendonça, em decorrência de um acidente aéreo na região de Caratinga, no interior de Minas Gerais, completa dois meses. Para relembrar o legado da rainha da sofrência, que partiu aos 26 anos, amigos e fãs prestam homenagens à cantora através das redes sociais.

Murilo Huff, que é pai do filho de Marília, publicou através dos stories um trecho em que ele canta a música “De quem é a culpa?”, e afirmar sentir falta dela e outros dois amigos que partiram no mesmo acidente aéreo. A partida precoce do ícone sertanejo pegou o Brasil de surpresa. A dupla Maiara e Maraisa, que recentemente havia lançado o projeto “Patroas”, em parceria com a cantora, já compartilhou vários vídeos e relatos de como eram os bastidores de criação das músicas com a artista e amiga.

Leia Também

"Ela sempre falava: 'Esse é o projeto da minha vida'. E eu falo que não é, porque não é possível que ela não pode estar com a gente para fazer ele acontecer juntas. Eu começo a me questionar, falando que ela tinha que viver mais. E se for pensar, parece que ela estava preparando tudo. A Marília estava em uma fase super ativa, na melhor fase da vida dela, cuidando de tudo.", relatou Maraísa, em entrevista à Revista Quem.

O Projeto “Patroas” chegou a concorrer o Grammy Latino no ano passado e estampou painéis de divulgação da Times Square, em Nova Iorque. Em 2021, Marília Mendonça foi a artista mais ouvida no Spotify. O álbum “Todos os Cantos”, que contém músicas como “Ciumeira”, “Supera” e “Todo Mundo Vai Sofrer”, foi o disco em português mais ouvido da plataforma no mundo. A cantora tornou-se uma das artistas femininas de maior relevância no cenário sertanejo e provocou uma revolução no gênero, chamada de “feminejo”. O estilo musical enfatiza o protagonismo da mulher em um contexto que, até então, era dominado por homens. Além da rainha da sofrência, o acidente em Caratinga (MG) também tirou a vida do tio e assessor da artista, Abicieli Silveira, o produtor Henrique Bonfim, o piloto e o copiloto do bimotor.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários