Jair Bolsonaro
Reprodução
Jair Bolsonaro

Após receber alta médica do Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, nesta quarta-feira (05), Jair Bolsonaro (PL),  de 66 anos, realizou uma coletiva de imprensa. Durante o papo com os jornalistas, o chefe do Executivo revelou que diminuiu o teto das verbas da Lei Rouanet e que isso afetou Ivete Sangalo e José de Abreu.

"Estamos mexendo na Lei Rouanet. Nós queremos a Lei Rouanet para atender aquele artista que está começando a carreira e não para figurões ou figuronas como a querida Ivete Sangalo. Ela está chateada, o Zé de Abreu está chateado, porque acabou aquela 'teta' deles gorda de pegar até R$ 10 milhões por ano da Lei Rouanet e defender o presidente de plantão. Eu não quero que me defenda, eu quero que fale a verdade a meu respeito", discursou Bolsonaro.

A Lei Rouanet se chama oficialmente Lei Federal de Incentivo à Cultura. Para estar apto a receber recursos a partir deste recurso, um artista ou instituição precisa apresentar uma ideia para análise na Secretaria Especial da Cultura. Em caso de aprovação, o projeto é elevado a próxima etapa: tentar captar recursos junto a apoiadores, que podem ser empresas ou pessoas físicas. Após tudo isso, começam as movimentações para que o projeto seja, de fato, executado.

Não é de hoje que José de Abreu e Bolsonaro não se bicam. O presidente e o ator da Globo já trocaram uma série de farpas via redes sociais. Ivete Sangalo, por sua vez, não é muito de se envolver em política, todavia, recentemente ela viralizou nas redes com um vídeo em que incentiva o público a puxar coro contra o presidente Jair Bolsonaro. A apresentação em questão foi realizada em Natal, no Rio Grande do Norte. Assista ao momento: 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários