MC Jotinha foi morto a tiros
Divulgação
MC Jotinha foi morto a tiros


MC Jotinha, de 17 anos, foi morto a tiros na última terça-feira (16) após desentendimento em bar em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Jonathan Gomes de Araújo morreu no local. O pai do músico contou à Record TV que o filho foi apartar uma briga entre amigos na saída de um bar. 

Jotinha foi baleado assim que saiu do bar pelos tiros feitos por um homem que o ameaçou com uma arma, segundo Jones de Araújo, que estava no bar. Ao Splash UOL, a Polícia Militar disse que o músico estava sem vida quando chegaram e estava deitado. A perícia foi acionada e o caso será investigado na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense. 

Master Gold, gravadora e produtora de MC Jotinha, lamentou a morte. "A empresa encontra-se de luto, juntamente com a família do artista, que, tão jovem, foi responsável por hits nacionais como 'Kika uma vez, Kika de novo', dentre outros", escreveu a empresa. 

MC Jotinha começou a cantar aos 4 anos, em 2008 e foi descoberto em 2011 pelo MC PR, cantor que era empresário em Duque de Caxias. Jotinha estourou com um hit que demorou cinco anos para ser gravado e distribuído nacionalmente, a 'Kika uma vez, kika de novo'. 

Jotinha teve sucesso no Rio, Espírito Santo e Minas Gerais com a música 'Mentiroso', lançada em 2014. Jotinha foi para São Paulo para gravar o clipe de 'Kika uma vez, kika de novo' para o canal Kondzilla e fazer shows pelo estado, mas voltou para Duque de Caxias na pandemia. Segundo MC PR, Jotinha estava trabalhando em um lava-jato para completar a renda, já que a música não era o suficiente. Ele planejava voltar para São Paulo para se dedicar à música. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários