Rodriguinho relembra época nos Travessos
Reprodução/Instagram
Rodriguinho relembra época nos Travessos


O cantor Rodriguinho, que fez muito sucesso no comando do grupo "Os Travessos" por oito anos, revelou que era comparado aos Backstreet boys e não gostava.

Com a febre do grupo de pagode no Brasil, Rodriguinho disse, em entrevista para o programa "Sensacional", da RedeTV!, que fazia 30 shows por mês e o grupo passou a ser comparado com as estrelas norte-americanas do Pop. “Viramos tipo uma boyband, chegávamos e nos chamavam de ‘Backstreet Boys do pagode’. Eu odiava isso”, confessa Rodriguinho, que ficou nas paradas músicas com "Tô te Filmando" durante cinco meses seguidos. 


Leia Também


O cantor, que hoje segue carreira solo, assumiu que seguiu no mundo da música por necessidade. "Eu não achava que conseguiria [ser cantor], nunca gostei de cantar. Virei vocalista por necessidade do grupo, porque o outro teve um problema sério com drogas e precisou sair. O antigo vocalista era artista, tinha carisma. Eu não tinha isso", explicou.

Apesar de não ter sido o seu sonho de infância, Rodriguinho admite que tudo que conquistou foi por causa do grupo "Os Travessos". "Posso até fazer menos shows, mas parar não", completou.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários