Gretchen falou sobre violência doméstica
Reprodução/Instagram
Gretchen falou sobre violência doméstica


Gretchen desabafou sobre a violência doméstica que presenciou e sofreu na infância. A cantora, que cresceu vendo a mãe ser vítima da violência do pai, contou que não queria o mesmo para si. Segundo ela, as experiências causaram um impacto nas relações na vida adulta. 

"Minhas referências são o oposto do que a minha mãe era. Ela foi a referência de mulher que eu não queria ser", declarou ela durante a participação no programa 'Drag Me as a Queen', no canal E!. 

Gretchen lembra que a mãe apanhava do pai, que sofria de problemas relacionados ao alcoolismo. "Ele serviu na Segunda Guerra Mundial, então muita coisa eu entendia. Agora, ele era alcoólatra, batia na minha mãe. Eu sabia tudo o que eu não queria para mim. Eu não admitia o que ele fazia com a minha mãe, então eu queria ser como ela deveria ser com ele", disse. 

Leia Também

A artista contou que passou por relações abusivas na vida. "A presença do pai para uma menina é muito forte e você acaba procurando no homem exatamente aquilo que o seu pai é. A gente não tem a consciência disso", disse.

"Quando eu falava para a minha mãe que tinha apanhado, uma das coisas que ela dizia, que hoje eu acho um absurdo, era: 'Melhor você apanhar do pai dos seus filhos que de um estranho'. Hoje tenho consciência de que ela não estava falando por mal, foi assim que ela aprendeu", disse a artista. 

Gretchen comenta que durante uma conversa com a psicóloga do reality 'A Fazenda', em 2012, que percebeu que deveria mudar a forma de se relacionar. Ela contou como foi o diálogo com a psicóloga. "'Mas por que você sempre procurou homens que são parecidos com seu pai? Homens que bebem, homens que agridem, que não valorizam a mulher...', aí eu nunca mais me deixei ser mandada, me envolver com esse tipo de homem. Aí acabou. Desse momento eu tomei consciência do que eu estava fazendo de errado", disse Gretchen.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários