Paulo Gustavo ganha
Livia Campos
Paulo Gustavo ganha "Dia do Humor"


O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, sancionou uma lei em homenagem ao ator e humorista Paulo Gustavo e, a partir de agora, o dia 30 de outubro, data em que o ator nasceu, será oficialmente o "Dia do Humor" no calendário carioca.

A sanção foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (26) e o projeto é de autoria do deputado André Ceciliano (PT), presidente da Alerj. 

Paulo Gustavo faleceu no início de maio deste ano após complicações da Covid-19.  O humorista deixou um legado para o humor nacional, com diversos filmes, séries e peças do gênero.


Leia Também

O canal Multishow, onde Paulo se destacou, pretende fazer um "Gargalhaço" no dia 30 de outubro em homenagem a Paulo Gustavo e ao "Dia do Humor". "Uma das ações programadas para marcar a data é um grande Gargalhaço na TV e nas redes do Multishow no próximo sábado. O objetivo é celebrar Paulo Gustavo com o que ele mais proporcionou ao público em vida: a risada", diz comunicado enviado pelo Multishow.

A carreira de Paulo Gustavo

Apesar de ter sua carreira marcada pela personagem Dona Hermínia, o ator já fez de tudo um pouco no universo das artes, passando pela Globo, Record, cinema e teatro.

Na televisão, ele atuou em grandes produções como em "Prova de Amor", novela da Record; "A Diarista", minissérie da Globo; o seriado "Sítio do Picapau Amarelo"; a minissérie "Casos e Acasos"; "Vai Que Cola", do Multishow", entre outros.

No cinema, ele integrou projetos de grande destaque nacional, como "Xuxa e o Mistério de Feiurinha", "Divã", "A Guerra dos Rocha", "Fala Sério, Mãe" e, claro, "Minha Mãe é Uma Peça" e suas sequências.

Por fim, no teatro, Paulo Gustavo teve uma passagem mais curta, atuando em "João Ternura", "Surto", "Infraturas", "Hiperativo", "Online" e seu grande sucesso "220 Volts".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários