Bruno Miranda tem alta completa após tomar o tiro
Reprodução/Instagram
Bruno Miranda tem alta completa após tomar o tiro

Bruno Miranda, que foi conhecido como o Borat de "Amor & Sexo", recebeu alta cerca de um ano após ser baleado . O ex-assistente de palco de Fernanda Lima foi baleado em novembro de 2020 e somente 11 meses depois do ocorrido foi liberado para retomar a vida normalmente. Ele comenta que uma das atividades que mais está animado para fazer novamente são os exercícios físicos.

Quando era o Boart, Bruno ficou muito famoso pelo corpo sarado e fala que a mudança no porte físico foi um dos principais impactos de ser baleado. "Nesse um ano, o que mudou foi meu corpo. Eu nunca tinha ficado uma semana sem malhar e passei um ano sem ir à academia. Meu corpo se transformou. Apesar de eu tentar seguir uma alimentação [balanceada], quando você malha todo dia é uma coisa. Ficar um ano sem malhar, é outra. Para mim, meu corpo estava horrível", diz em entrevista ao site Notícias da TV.

Bruno foi baleado na praia Recreio dos Bandeirantes em novembro de 2020. Ele presenciou uma briga de trânsito e tentou ajudar, mas um dos envolvidos sacou uma arma e fez um disparo, que atingiu o modelo no rim e no intestino. Ele passou por uma cirurgia de emergência e precisou usar uma bolsa de colostomia.

Em julho deste ano, o ex-assistente de palco precisou ser operado novamente, pois pontos internos se romperam. Ao longo de todos esses meses em recuperação, ele precisou seguir uma série de restrições médicas e comemora poder voltar a fazer coisas simples do dia a dia, como pegar o filho Enzo, de 7 anos, no colo.

Leia Também

"Eu me senti muito aliviado. Antes, não podia fazer nada. Não podia carregar uma sacola, pegar meu filho nem o meu cachorro no colo. Enfim, não podia fazer qualquer esforço. Era horrível, pois sou uma pessoa hiperativa. Agora estou liberado para fazer tudo isso. Posso me movimentar, subir escadas, correr... Antes, eu tinha mil restrições. Agora, posso fazer tudo que eu quiser", conta.

Bruno Miranda conta que está pesando 11a kg, mas além dos quilos a mais ele também teve outra mudança significativa no corpo. Após ser baleado e passar pelas operações, ele ficou com uma grande cicatriz na barriga, mas garante não pensar em removê-la. "Deus me livre. Fujo disso. Minha cicatriz é minha medalha, honra ao mérito e história de vida que está marcada no meu corpo. Não penso em cobrir. Não vou fazer tatuagem para esconder. Vou tratar como uma pele normal", diz.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários