Ludmilla
Marcelo de Assis
Ludmilla


A cantora Ludmilla usou seu perfil oficial no Twitter, nesta segunda-feira (25), para rebater a acusação de promover seu novo documentário com a briga com o "Prêmio Multishow".

Ludmilla  cancelou a participação no "Prêmio Multishow", do canal Multishow, no dia 19 de setembro por não ser indicada na categoria "Melhor Cantora" e entender que houve preconceito na hora da decisão. Porém, nesta segunda-feira (25), a cantora divulgou a estreia do documentário “Rainha da Favela”, em parceria com o canal.

A divulgação repercutiu na web e um internauta sugeriu que toda a discussão sobre o prêmio não passava de marketing. "Eu não acredito que essa treta da @Ludmilla com o @multishow era apenas marketing para um documentário", escreveu.


Leia Também

Ludmilla não gostou da sugestão do seguidor e usou o Twitter para negar qualquer possibilidade de propaganda. "Graças a Deus e ao meu trabalho eu não preciso disso!!! O Meu problema foi com o PRÊMIO MULTISHOW e não com o CANAL.", iniciou a cantora.

Depois, Ludmilla seguiu explicando, em uma série de tweets, que o documentário estava sendo produzido há um ano. "Pra esclarecer pessoal, eu jamais brincaria com um assunto tão sério como esse. O trabalho foi preparado há mais de um ano e tá pronto pra ser apresentado ao público. Eu jamais usaria um assunto tão sério pra divulgar alguma coisa… Jamais faria o que vários artistas tem vontade, mas ninguém tinha coragem pois sabem os prós e os contras da atitude que eu tive só pra chamar atenção e ganhar biscoito num lançamento", escreveu.


No fim do desabafo, a cantora afirmou que segue cumprindo responsabilidades com o canal Multishow e não com o Prêmio Multishow. O documentário “Rainha da Favela” ficará disponível no Multishow e no Globoplay a partir do dia 15 de novembro.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários