Bruna Marquezine
Reprodução
Bruna Marquezine

O Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) pediu alteração de uma postagem feita por Bruna Marquezine em seu stories no Instagram, em julho, quando compartilhou um vídeo do “Barquezine”, um presente que disse ter ganho de uma marca de vodka da qual é embaixadora. As informações são da coluna Lauro Jardim, em O Globo.

Segundo o Conar, a publicação pode se tratar publicidade velada, além incentivar o consumo excessivo de bebida alcoólica, pela menção de diferentes sabores da bebida. Por meio de seus advogados, a atriz e a Pernod Ricard Brasil, empresa responsável pela distribuição das bebidas, o vídeo foi postado de forma espontânea e não havia qualquer negociação entre as partes.

Contudo, a empresa pediu a alteração do post para a inclusão de um alerta de advertência quanto ao consumo de álcool por menores de 18 anos e menção à identificação publicitária. O que foi aceito de forma unanime entre os conselheiros.

Embora o vídeo tenha sido publicado pelos stories, que somem após 24 horas, o aviso fica como um precedente e, caso ocorra reincidência, a atriz poderá ser advertida pelo Conar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários