Shakira desabafa sobre xenofobia no começo da carreira: 'Perguntavam de drogas'
Reprodução/Instagram
Shakira desabafa sobre xenofobia no começo da carreira: 'Perguntavam de drogas'


A cantora Shakira foi capa da revista Cosmopolitan e falou sobre xenofobia no início da carreira e conquistas na sua trajetória.


A artista, de 44 anos, se orgulha se sua vida profissional e conquistas. "Quando comecei, não existia uma audiência estabelecida para o pop Latino ou para artistas femininas no pop Latino… Eu não fazia músicas para agradar algum tipo de audiência ou necessidade do mercado. Eu fiz o que senti ser honesto", contou.

Shakira também conta que no início da carreira sofria xenofobia por ser definida como a segunda melhor exportação colombiana, sendo a primeira a cocaína. "Por que os jornalistas me perguntam sobre tráfico de drogas? Meu país é muito mais do que isso", questionou.

Ela ainda relembrou quando quase perdeu a voz em 2017, devido a uma hemorragia. ""Naquela hora mais sombria da minha vida, percebi o quão sortuda eu era. Todas aquelas pessoas me deram tudo que eu precisava para curar. E eu me curei. Ao contrário do que os médicos disseram. Era muito perigoso. Chorei todos os dias enquanto minha voz sumia. Eu nunca pensei o quão importante era ter uma voz até que a perdi. Nunca parei de agradecer a minha voz quando ela voltou", afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários