Protesto contra Sikêra Jr.
Reprodução/Stories Instagram @alloutbr
Protesto contra Sikêra Jr.


Quatro grupos promoveram um protesto contra o apresentador Sikêra Jr. na frente da "RedeTV!", na noite desta quinta-feira (26), em São Paulo (SP),  em continuidade à campanha "#DesmonetizaSikera”, após as falas homofóbicas do âncora.

Um caminhão foi estacionado na frente da emissora e exibiu os crimes de homofobia cometidos por Sikêra Jr. no "Alerta Nacional", da RedeTV!. A ideia de realizar o protesto com o veículo se deu para evitar aglomeração durante a pandemia do coronavírus. Procurada pelo iG, a emissora não se pronunciou oficialmente sobre o caso.


Você viu?


O protesto foi iniciativa do Sleeping Giants Brasil, que está  cobrando das empresas a retirada de patrocínio em produtos que envolvem Sikêra, do canal LGBTQIA+ "Põe na Roda", da  All Out Brasil e da Aliança LGBTI.

Além do protesto na frente da emissora, os grupos levaram o “Desmontruck”, como batizaram o caminhão, na frente da empresa "Ultrafarma", que não retirou o patrocínio de Sikêra Jr e segue como uma das maiores patrocinadoras do seu programa. Mais cedo, o grupo Sleeping Giants Brasil anunciou que a Marisa foi a 131ª empresa a retirar o anúncio de produtos que envolvem o apresentador.


Em junho, Sikêra Jr.  se referiu a homossexuais como "uma raça desgraçada" e virou alvo de uma ação judicial elaborada pela Aliança Nacional LGBTQIA+. O âncora do "Alerta Nacional", noticiário da RedeTV, ironizou a repercussão de suas declarações e disse que tem "fila de espera" de empresas para assinar com ele. Em seu programa, ele reafirmou que a "opinião continua a mesma".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários