Karol Conká relembra cancelamento no
Reprodução/Youtube
Karol Conká relembra cancelamento no "BBB"

Quando saiu do "BBB 21", Karol Conká sofreu muito com o cancelamento. A cantora contou que passou dias chorando e revelou que ainda sofre com os impactos dessa onda de ódio até hoje. A rapper participou a da estreia da segunda temporada do "Triangulando", programa de Thelma Assis no YouTube, e falou que tem medo de sair na rua.

"Eu não saí até agora. Não andei na rua, não fui mais em padaria e supermercado. Não vou a lugar nenhum. Conseguiram me arrastar para um barzinho que tinha pouquíssimas pessoas, mas fiquei uma hora e não me senti confortável", conta Karol.

A cantora explica que fica com esse medo porque há caso de famosos que sofreram agressões e ataques por menos, por isso prefere não frequentar locais públicos. "O nível que chegou do ódio foi tão grande que eu não consigo sair", diz.

A rapper disse que está fazendo terapia e foi somente o tratamento psicológico e o apoio de amigos e família que a ajudaram a se recuperar. Ela fala que se não fosse por isso talvez tivesse cometido suicídio. "Se não fossem essas pessoas me lembrando todo dia que eu tenho amor dentro de mim, talvez eu não estivesse mais aqui. Eu estava me sentindo um peso na terra", conta.

Ela analisa que está melhorando gradualmente e está bem, mas não é mais a mesma pessoa de antes. "Hoje consigo sorrir, passei muito tempo sem sorrir. Sempre fui muito sorridente e pass horas do meu dia séria e com a cabeça mais serena. Ainda não voltei ao meu normal e acho que não voltarei. Ainda bem, porque se fosse a mesma pessoa não teria evoluído", diz.

Sobre a experiência no "BBB 21", Karol Conká fala que não se arrepende de ter entrado no programa, mas conta que estava com depressão há dois anos e isso acabou influenciando as atitudes dela na casa. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários