Nesta quinta-feira (28), a atriz Scarlett Johansson processou a Disney pelo lançamento de Viúva Negra na platarforma Disney+. Segundo o processo, a estrela do filme alega quebra de contrato, visto que a empresa lançou o filme nos cinemas e na plataforma simultaneamente, mesmo tendo prometido lançamento exclusivo nos cinemas.

A grande questão para a defesa da atriz é que seu pagamento estaria vinculado ao valor vendido nas bilheterias, e ao lançar simultaneamente no cinema e na plataforma, a bilheteria mundial teria concorrência com o streaming prejudicando o valor recebido pela atriz.

O processo encaminhado ao Tribunal Superior de Los Angeles, alega que a empresa quis direcionar o público para a plataforma de streaming  "onde poderia manter as receitas para si mesma e, ao mesmo tempo, aumentar a base de assinantes da Disney+, uma forma comprovada de aumentar o preço das ações da Disney".

"Viúva Negra" foi lançado em 9 de julho nos Estados Unidos (um dia antes no Brasil) e por R$ 69,90 no Disney+. A empresa vem testando o lançamento duplo de alguns filmes durante a pandemia e consequentemente impulsionando assinantes para a plataforma.

A Disney ainda não comentou sobre o processo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários