Funcionário de DJ Ivis diz que agressões eram rotinas
Reprodução/Instagram
Funcionário de DJ Ivis diz que agressões eram rotinas

DJ Ivis está sendo acusado de agressão pela esposa Pamella Holanda , que divulgou vídeos dos momentos em que é espancada nas redes sociais.  Ela disse que já foi agredida na frente de outras pessoas e Charles Barbosa de Oliveira, motorista de Ivis, confirma essa história. Ele estava presente nos vídeos divulgados por Pamella e diz que a violência já era rotineira.

O colunista Leo Dias teve acesso aos áudios em que Charles fala que as agressões faziam parte da rotina. Ele também disse que a violência doméstica não começou nos vídeos que foram divulgados na internet. "Uma coisa que eu digo a você sem medo de errar e o que eu vou falar quando for chamado lá. Se não fosse primeiramente Deus e eu, de fevereiro para cá alguém já tinha morrido. Aquela confusão ali não começou ali não, começou dentro do quarto", diz.

Charles também fala que já interviu em algumas agressões nas quais o patrão estava até com uma faca ou tesoura na mão. "As que eu participei eu lembro de tudo, sei de tudo e muita coisa ali eu me meti, senão a merda tinha sido maior. Agora é fácil apontar, criticar e dizer que eu nunca fiz nada ou que fui omisso. Beleza, fui omisso, tranquilo! Vou responder pela minha omissão. E das vezes que eu me meti? E tesoura que eu tomei? E faca que eu tomei? Ninguém vê isso", conta o motorista de DJ Ivis.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários