Ludmilla e Brunna Gonçalves durante renovação de votos no Caribe
Reprodução/Instagram
Ludmilla e Brunna Gonçalves durante renovação de votos no Caribe

Ludmilla e Brunna Gonçalves renovaram os votos de casamento recentemente , mas teve uma época em que as duas namoravam escondidas. Em entrevista à revista Vogue, a cantora contou que ela e a dançarina eram ameaçadas por pessoas que diziam que iriam expor o namoro, mesmo que elas ainda nem tivessem falado sobre suas sexualidades abertamente.

"Quando Brunna e eu namorávamos escondidas, algumas pessoas ameaçavam contar, isso me incomodava, me trazia medo, insegurança. Claro que tem a fofoca pela fofoca, mas também tem esse gostinho maldoso pelo fato de ser um relacionamento homossexual, e isso ainda é uma coisa delicada de se contar em casa", conta Ludmilla.

A funkeira analisa que se ela não fosse uma pessoa famosa a situação com o preconceito poderia ser ainda pior. "Tenho todas as características de alvo: mulher, preta, bissexual, periférica, do funk. Mas tudo na vida tem um propósito e espero, de verdade, inspirar pessoas que ainda não se sentem confortáveis em compartilhar sobre a própria orientação com a família, ou inspirar um pai/mãe a se sensibilizar com minha história, que também pode ser a do filho/a dele, sabe?", diz.

Ludmilla falou sobre os planos de aumentar a família. Ela e Brunna desejam uma gravidez compartilhada, quando o óvulo de uma é implantado no útero da outra parceira. A cantora diz que não tem uma data definida para darem início ao processo. "Só queremos viver a nossa escolha, o nosso amor e ser felizes", diz.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários