Boni falou sobre a saída de Faustão
Divulgação/RedeTV!
Boni falou sobre a saída de Faustão


Boni, ex-diretor da Globo, pensa que a saída antecipada de Faustão não é positiva nem para a emissora, nem para o apresentador . Em entrevista para o NaTelinha, Boni avalia a entrada de Luciano Huck nos domingos e a escolha de Tiago Leifert no lugar de Faustão. 


"Saídas intempestivas não são boas para a empresa e nem para quem sai. No passado isso ocorria com mais frequência e era muito ruim", comenta. 

Você viu?

Na última quinta-feira (17), a Globo enviou um comunicado à imprensa oficializando o fim do Domingão por "razões estratégicas e internas", e que junto de Faustão eles decidiram "formalizar o distrato". 

Para o NaTelinha, Boni elogia Huck e Faustão e frisa que os dois têm estilos distintos, o que irá exigir um programa em outro formato na grade dos domingos de 2022, quando o marido de Angélica assumirá o horário. 

"O Huck e o Fausto são muito bons, mas cada um em seu estilo. Portanto, o programa será obrigatoriamente diferente", disse. Sobre as trocas de apresentadores e programas de auditório, ele pensa que o sucesso está no conteúdo. 

"A gente troca um hábito por outro, mas sempre será um hábito. Não é grade ou liberdade de escolha que determina o sucesso. É o conteúdo", disse. 

Para Boni, a escolha de Tiago Leifert foi a melhor alternativa na emergência da saída de Faustão, mas não disse qual apresentador chama a atenção dele. "Não se faz apresentadores. Eles podem até ser treinados, mas nascem com esse dom. São raros, mas novos aparecerão. O Fausto é um desses fenômenos. Bateu até o Silvio Santos no horário. E o Silvio é um dos melhores do mundo", disse. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários