Paulo Gustavo fez história em capa de revista
Reprodução
Paulo Gustavo fez história em capa de revista

Paulo Gustavo, morto devido a complicações causadas pela Covid-19 , é bastante reconhecido  pela contribuição com a comunidade LGBTQIA+, por levar debates de gênero e sexualidade para as casas de milhões de brasileiros. Porém, antes mesmo de ficar famoso o ator já fez história na luta por representatividade.

Em 1999, quando era apenas um estudante de teatro, Paulo Gustavo estampou a capa da extinta revista SuiGeneris com um beijo gay. Na foto feita pelo fotógrafo Daniel Klajmic, o humorista está beijando o namorado da época.

Em entrevista ao jornal Extra, o produtor Rogério Espírito Santo, que foi responsável pela capa, conta que foi "dificílimo" encontrar quem topasse dar o beijo para a foto. "Talvez essa tenha sido a primeira grande colaboração do Paulo para a comunidade LGBTQIA+, antes mesmo de ser o grande influenciador que se tornou alguns anos depois", diz.

"Ele não só topou como levou o Fábio, namorado dele na época, e deram esse beijo quente e destemido, que foi um dos trabalhos mais marcantes de toda minha história, até hoje", completa o produtor.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários