Juliette Freire, participante do
Reprodução Instagram
Juliette Freire, participante do "BBB 21"

A pouco mais de dez dias para a final do “BBB 21” , a sorte está lançada para os que restaram na casa. Uma das partcipantes, no entanto, pode ganhar bem mais que o prêmio de R$ 1,5 milhão. Juliette Freire, que se destacou na edição desde a primeira semana, muitas vezes até de maneira controversa, está na mira da Globo para ter uma carreira solo, semelhante a que foi desenhada para Rafa Kalimann após o programa.

Falante, carismática e atual namoradinha do Brasil, Juliette reúne uma série de predicados que a colocaram em evidência na emissora. Além do mais, a advogada e maquiadora canta. Não por acaso, o escritório de comunicação que vai atendê-la assim que botar os pés fora do “BBB” cuida das relações com a imprensa de Anitta , Thiaguinho e Maria Rita, entre outros.

“O que se pensa para ela é algo grande. Não existe ainda algo desenhado, mas pode até ser que ela apresente algum reality futuramente”, conta uma fonte ligada às negociações.

A pressão de anunciantes também é forte. Juliette tem uma fila deles a esperando quando deixar o confinamento. Para se ter uma ideia do poder que da sister emana, durante a Páscoa, numa ação de uma fábrica de ovos de chocolate foi feita uma promoção que mencionou o nome da paraibana e oferecia um desconto na compra do produto. Esgotou o estoque em um dia.

Assim como a mineira Rafa, que estreia em breve uma atração só sua no Globoplay , Juliette vem tendo números expressivos durante sua jornada no “BBB 21”. Muitos deles até postos em xeque, devido a rapidez com que se multiplicam. Para se ter uma ideia, num período de duas horas, a moça ganhou quase 100 mil seguidores, chegando a 22 milhões, sendo 7 milhões deles em apenas 30 dias.

Um feito e tanto apontam especialistas que, no entanto, desconfiam do quanto orgânico isso seja. “Nem sempre o engajamento é proporcional a estas milhões de contas. Se hoje, Juliette já é a 303ª pessoa mais seguida no mundo (para se ter noção, Vanessa Hudgens é a 100ª, com pouco mais de 40 milhões de seguidores), ainda fica aquém demais quando se fala em fãs engajados. Nesse quesito, ainda ocupa uma posição bastante modesta, com 3 milhões de pessoas na sua frente”, aponta um publicitário: “De qualquer maneira, não há como negar o fenômeno mercadológico que ela representa. E ninguém é ingênuo de deixar passar essa onda sem surfá-la”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários