Jojo Todynho
Redação
Jojo Todynho

Campeã de 'A Fazenda 12', Jojo Todynho  fala sobre sua participação no reality show da Record, sobre Bangu, bairro onde tem orgulho de ter nascido, e revela o motivo de ter passado o Réveillon isolada. Confira a entrevista.

  • Como foi a experiência de participar de "A Fazenda"?

Maravilhosa!

  • Você está milionária. Já pensou o que vai fazer com o prêmio?

Já, sim, tudo com responsabilidade.

  • Você conquistou milhares de admiradores aqui fora. Como está sendo receber todo esse carinho?

Não tem preço, esse é meu verdadeiro prêmio.

  • Você falou muito sobre seu jeito durão dentro do reality. Em algum momento, achou que seu perfil sincerona ia conquistar o público?

Não fiz nada de caso pensado, pensando no resultado das minhas ações. Eu sou isso que vocês viram no meu dia a dia. A Jordana da 'Fazenda' é a mesma Jordana de Bangu.

  • Você foi a várias roças e voltou. Em algum momento, sentiu que esse prêmio já era seu?

Nunca.

  • Você fez muitas amizades lá dentro. Quem você pretende continuar tendo contato aqui fora? Tem alguém que você não queria ter mais contato aqui fora?

Mariano e Raissa são especiais.

  • Você virou notícia ao mandar recados para o Bispo Macedo. Pediu óleo ungido e até cantou ponto de macumba. Você tem alguma religião, Jojo? Ou transita bem entre todas elas?

Minha religião é Deus e deixei isso muito claro durante a minha participação no programa.

  • Como foi seu reencontro com a sua família, Jojo? Foi muito emocionante?

Ainda não fui a Bangu por causa dessa pandemia e não quero provocar aglomeração. É momento de se cuidar e de cuidar de quem se ama. Mas já vi minha família e eles são tudo pra mim.

  • Você tem muito orgulho de falar que veio de Bangu. Você ainda frequenta o bairro, Jojo? Quais são as maiores lembranças que você tem de lá?

Eu nunca saí de Bangu, nem Bangu saiu de mim. Nada mudou na minha vida. A fama não tirou a minha essência, sem chance!

  • E o que você decidiu fazer no Réveillon?

Cuidado total! Nada de festinha, nem aglomeração. Estamos numa pandemia ainda, as pessoas não podem esquecer que o vírus tá aí! Tem gente infectada, gente morrendo, não é hora de se aglomerar. É hora de amar o próximo e se cuidar.

  • E o que você tem em mente para o ano que vem?

Deve ter muita oportunidade de trabalho pintando por aí, né? Muito trabalho! Quero trabalhar muito e peço a Deus saúde pra isso.

  • Na "Fazenda", você contou que tem um boy. Já conseguiu falar com ele depois que saiu do programa. Esse romance vai pra frente?

Nada... Foco no trabalho que é disso que a gente precisa pra pagar as contas.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários