Joelma
Reprodução/Instagram
Joelma


Joelma foi diagnosticada com Covid-19 há mais de quatro meses, mas disse que ainda trata das sequelas da doença.  Ao 'Encontro' desta quinta-feira (17), a cantora contou que vive uma espécie de efeito sanfona por causa do inchaço.

"Estou cuidando até agora. Depois de cinco meses, estou tratando das sequelas. Fico naquele efeito incha, desincha. Tem hora que estou inchada, tem hora que estou desinchada. Você vai perceber no vídeo que eu fiz, no musical, que estou inchada. Hoje estou bem menos", disse Joelma.

A cantora também conta que, quando descobriu estar infectada pelo novo coronavírus, sentiu muitos sintomas da doença. "Quando peguei Covid-19, fiquei maior que uma grávida de nove meses. Afetou minha mente, minha visão. Fora o pulmão, intestino e estômago. O cabelo caiu muito, muito. Senti muita coisa. Falo com a minha banda e com a minha família: 'Ninguém vai pegar porque eu peguei por todos'".

Mesmo ficando de repouso durante dois meses, Joelma disse não estar completamente recuperada. "Estou fazendo uma bateria de exames para tentar descobrir esse incha e desincha. Claro que não chega nem perto de quando eu estava com Covid".

Sobre sua voz, Joelma contou que a doença afetou um pouco, mas nada que a impeça de cantar e se apresentar. "Tive muito refluxo. Mas quando eu canto, não sinto essa dificuldade", afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários