Andressa Urach diz que está vivendo à base de calmantes e que só não se mata por causa do filho
Reprodução/Instagram
Andressa Urach diz que está vivendo à base de calmantes e que só não se mata por causa do filho

A vida de Andressa Urach mudou bastante nos últimos tempos, desde que ela decidiu deixar a igreja . A modelo, que disse ter doado um Porsche e bolsa Chanel para a Universal , foi demitida pela Record após as declarações que deu sobre a instituição religiosa. A escritora disse que tudo isso mexeu muito com o psicológico dela.

"Só não me mato porque tenho um filho para criar. Se eu não tivesse passado pela experiência de quase morte em 2014, eu teria virado ateia", declarou Andressa Urach em entrevista ao colunista Leo Dias. A ex-Fazenda falou que passou mal após a demissão e foi levada ao hospital pela mãe, pois teve um pico de pressão alta. Ela também voltou  fazer tratamento psiquiátrico depois de ser desligada da emissora.

"Eu estava muito mal na semana passada, estou à base de calmantes. Julgar todo mundo sabe, agora estar na minha pele… Ninguém sabe o que estou sentindo. Graças a Deus, tenho bons amigos que estão me ajudando nessa fase delicada da minha vida" contou Andressa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários