Boris Casoy
Reprodução
Boris Casoy

Durante sua carreira Boris Casoy passou por diversas emissoras de televisão. Segundo o jornalista, ele voltaria para todas, exceto uma: a Record TV. 

" Se eu fosse convidado para voltar para a Rede TV! , a Band, ou o SBT, eu voltaria. Para a Record não voltaria por dinheiro nenhum. O comportamento da Record comigo não foi correto. Não tenho confiança. [A empresa] Não quis me pagar o que estava escrito no contrato", declarou Boris Casoy ao Splash.

O apresentador teve o contrato rescindido pela Record no fim de 2005, após oito anos no canal. Após a demissão, o jornalista entrou na Justiça, e o processo foi encerrado após acordo. 

Questionado sobre quanto recebeu com a ação, ele não pestanejou. "Você quer que eu seja assaltado? Foi uma bela grana. Propuseram o acordo - que foi o que eu ganharia, mas dividido em 15 vezes - e pagaram religiosamente". 

Diferente da Record, o jornalista é só elogios com a RedeTV!, canal que deixou logo no início da pandemia : "Não tive nenhum problema. Eu me considero 'persona grata'. Era algo que eu imaginava que pudesse acontecer [a demissão] e tudo bem. Alegaram dificuldade de pagar uma equipe que não está trabalhando. Faz sentido. Foi com muita delicadeza, educação. Tudo muito civilizado. Me pagaram tudo. Não tenho nenhuma queixa".

    Veja Também

      Mostrar mais