Assim como muitos outros artistas, Gustavo Mioto também foi afetado pela crise econômica. Segundo a Folha de S. Paulo, o sertanejo teve que demitir 18 pessoas de sua equipe. A  assessoria do artista diz que isso não foi algo que pegou os funcionários de surpresa , mas já era um assunto que estava em pauta há mais de um mês.

Gustavo Mioto
Reprodução/Instagram
Gustavo Mioto demite funcionários pro causa da crise

"Foi tudo em comum acordo entre as partes. Até que os shows voltem ao normal em meados de 2021, decidiram por liberar os profissionais para que eles possam ter outras oportunidades até tudo se normalizar", disse a equipe do cantor em comunicado oficial.

A dispensa dos funcionários de Gustavo Mioto é temporária e o artista pretende fazer a recontratação no futuro. Além disso, o escritório do sertanejo alega que eles mantiveram os empregados sem corte de salários pelo máximo de tempo que foi possível, até o momento que isso se tornou inevitável.

Além de Mioto, outros cantores também tiveram que recorrer à demissão de funcionários durante esse período de crise.  Marília Mendonça, por exemplo, teve que despedir 30 pessoas de sua equipe. 

    Veja Também

      Mostrar mais