A mensagem postada por Taylor Swift no Twitter na tarde na última sexta-feira, em que ela acusava o presidente Donald Trump de instigar racistas e supremacistas brancos durante todo o mandato se tornou o tweet mais curtido da história da conta da cantora. Em menos de cinco horas, ele teve um milhão de curtidas. Vinte e quatro horas depois, já chegava a 1,8 milhão.

Leia também: Taylor Swift revela que sua mãe, Andrea, está com um tumor no cérebro

Donald Trump e Taylor Swift
Reprodução
Donald Trump e Taylor Swift


"Depois de alimentar o fogo da supremacia branca e do racismo durante toda a sua presidência, você tem a coragem de simular superioridade moral antes de ameaçar violência? 'Quando os saques começam, os tiros começam'? Nós vamos tirar você com o voto em novembro", escreveu a cantora contra Trump .

Leia também: Trump se sente “perfeitamente bem” após uso de hidroxicloroquina

A postagem se deu depois da fala do presidente sobre os protestos que aconteceram em Minneapolis, cidade americana onde o segurança negro George Floyd foi morto pelo policial Derek Chauvin, que se ajoelhou em seu pescoço, deixando-o sem ar. Em relação aos protestos, Trump escreveu no Twitter que "quando o saque começar, o tiroteio começará", e a rede social colocou um aviso na postagem como "incitação à violência".


    Veja Também

      Mostrar mais