Sérgio Moro anunciou nesta sexta-feira (24) sua demissão do Ministério da Justiça e da Segurança Pública . Em um discurso inflamado, ele declarou que deixará o cargo após o presidente Jair Bolsonaro exonerar o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Leite Valeixo. O pronunciamento do ex-ministro virou um dos assuntos mais comentados no Brasil e entre as celebridades também.

Sérgio Moro arrow-options
undefined
Sérgio Moro


No Twitter, Luciano Huck, Titi Müller, Gregorio Duvivier, Marcelo Adnet se pronunciaram sobre o discurso de Sérgio Moro nesta manhã.


"A saída de Moro gera uma enorme frustração. Tudo indica que as mudanças tão defendidas pela população ficam adiadas. Em especial a agenda anticorrupção e o combate firme ao crime organizado e às milícias", escreveu Luciano Huck . "Além disso, o Brasil deveria estar focado agora na superação desta pandemia. Gastar tempo com politicagem, e ainda pior com interesses pessoais e não coletivos é desperdiçar oportunidades preciosas de salvar vidas", finalizou.

Leia também: Alusão ao PT, pedido de pensão, interferência política, confira bombas de Moro

"Gente, quem poderia adivinhar que o senhor que exaltou a tortura, a ditadura, a morte de opositores e Brilhante Ustra faria um governo antidemocrático?", disparou Marcelo Adnet . Titi Müller repostou o tweet do humorista e uma foto do presidente fazendo arma com a mão.


Já no Instagram, Luisa Mell demostrou sua reação sobre as falas de Sérgio Moro . "Até quando vamos aguentar? Moro reconheceu que no governo PT não teve interferência na Polícia Federal. E isto foi fundamental para a lava jato acontecer! E que Bolsonaro quer interferir! Quer que passem informações pra ele! Absurdo total! Para proteger os filhinhos né? Fora Bolsonaro!! Já! #ForaBolsonaro, pela Polícia Federal, pelo Ibama (que está exonerando que faz o trabalho correto de fiscalização), pela economia e por tudo!".

Leia também: Relembre frases de Bolsonaro garantindo autonomia total a Moro 



    Veja Também

      Mostrar mais