A ex-namorada do piloto Ayrton Senna, Adriane Yamin , está processando a jornalista Malu Magalhães por injúria, calúnia e difamação após a mesma ter retirado o livro após prestar o serviço de Ghost Writer, que conta a história de amor da empresária com o piloto, das vendas de sites e livrarias. Malu acusa Adriane de plágio, alegando ser a verdadeira autora da publicação. As informações são da jornalista Fabia Oliveira.

Leia também: Apresentador da RedeTV! é chantageado por vídeo íntimo, diz jornalista

Malu Magalhães e Adriane Yamin arrow-options
Reprodução/Instagram
Malu Magalhães e Adriane Yamin


“Assinei um contrato registrado em cartório em 2018 como ghost writer, ou seja, o meu nome não apareceria na biografia, mas a autora sou eu. Eu comprovei isso pegando os meus rascunhos e comparando com a edição final. Se não fosse isso, qual o motivo da obra ter sido retirada das vendas?”, disse Malu Magalhães sobre a ex de Ayrton Senna .

Enquanto isso do outro lado, Adriane Yamin afirma ter rescindido contrato com a jornalista. “Teve um contrato, mas ele foi rescindido porque era de direito meu rescindir. Eu sou a autora e essa senhora irá responder por calúnia injúria e difamação em ações cível e criminal. Ela não pode sequer citar o meu nome publicamente”, explicou.

Leia também: Acusados de golpe, Larissa Manoela e seus pais são alvos de processo milionário

A briga entre as duas teria começado por R$ 15 mil. Segundo a jornalista, as duas fecharam o valor do trabalho em R$ 25 mil, divididos em cinco etapas e com o pagamento parcelado também em cinco vezes. “Eu só recebi R$ 10 mil, porque ela rescindiu o contrato com a desculpa de que entreguei o trabalho fora de prazo e não tão bom”. Malu explicou que nem chegou a entrar na Justiça, mas foi surpreendida ao receber uma intimação.

Leia também: Acusado de vazar fotos íntimas da ex, Ferrugem reponderá processo

“Ela querer resolver na Justiça não é um problema, porque eu tenho provas de que eu sou a autora do livro. A questão agora é a campanha que ela tem feito para me desmoralizar, divulgando até os meus dados pessoais nas redes sociais. E aí eu posso fazer uma biografia não autorizada. Eu tenho material com outras questões mais sérias e Adriane tem conhecimento disso. O medo dela está aí”, finalizou a jornalista processada pela ex de Ayrton Senna .

    Veja Também

      Mostrar mais