Tamanho do texto

Uma pesquisa feita no Reino Unido revelou que o ano de 2019 foi complicado para a duquesa; a ativista Greta Thunberg também aparece na lista

Um estudo feito pelo site PlayOJO apontou que Meghan Markle é a pessoa mais injustiçada do ano no Reino Unido. A pesquisa contou com a participação de 2 mil britânicos e 50% deles afirmaram que a Duquesa de Sussex foi tratada de modo injusto em 2019.

Leia também: Vídeo: Kate Middleton se irrita com William durante especial de Natal

meghan markle arrow-options
Reprodução/Instagram
Meghan Markle, a Duquesa de Sussex, foi eleita a pessoa mais injustiçada de 2019

O relatório detalha que, desde o casamento de Meghan Markle com o príncipe Harry, em 2018, a Duquesa tem que lidar com as críticas que recebe em relação ao seu comportamento, sua família e até ao modo como segura Archie, o filho do casal.

Leia também: Meghan Markle faz gesto surpreendente para fã: "Obrigada pelo apoio"

Em entrevista à emissora ITV , do Reino Unido , a própria Meghan destacou que está, particularmente, difícil para ela. "Qualquer mulher, especialmente quando está grávida, se sente vulnerável. Ser uma nova mãe, recém-casada, tudo é mais difícil. Obrigado por quererem saber se está tudo bem porque não está", pontuou a Duquesa de Sussex .

Leia também: Meghan Markle e Príncipe Harry planejam segundo filho em 2020

Depois de Meghan Markle , aparecem na lista de pessoas mais injustiçadas o rapper Ant McPartlin e a jovem ativista Greta Thunberg, de 16 anos, que até foi chamada de "pirralha" pelo presidente Jair Bolsonaro.