Tamanho do texto

A cantora usou suas redes sociais para lamentar as mortes do que aconteceu em Paraisópolis e aproveitou para questionar a ação da polícia

Anitta usou as redes sociais para comentar as mortes dos 9 jovens em Paraisópolis que aconteceu na madrugada da última segunda-feira (2) depois de um tumulto no conhecido "Baile da 17". Com pesar, Anitta disse que, há alguns anos, as vítimas dessa fatalidade poderiam ter sido ela e sua família.

Leia também: Vizinhos de Anitta reclamam dos "pancadões" da cantora, diz colunista

 Anitta arrow-options
Reprodução/Instagram
Anitta


"A única coisa que consigo pensar é que se fosse há uns anos, poderia ter sido eu, minha mãe e meu irmão. Uma das coisas que a gente mais fazia quando comecei era cantar em baile de favela. Então, poderia ter sido um de nós. Sem palavras", lamentou Anitta em seu Instagram .

Leia também: De biquíni, Anitta recebe rapper americano em sua casa durante festa

A cantora também questionou a ação da polícia no local. "O fato de ter a presença de drogas ilícitas e criminosos não justifica sair entrando e atirando. Se fosse um festival respeitado, iria entrar atirando?". Na mesma fala, a artista respondeu: "Não sai, né?! Porque é diferente, para as pessoas lá só tem vagabundo, música de baixo conteúdo. É complicado!"

Leia também: Clipe de Ludmilla sobre maconha inspira crianças a comerem alface

Ainda assim, Anitta disse admirar e valorizar à profissão de policia e responsabilizou o trabalho do governo nas questões de políticas públicas para pessoas pobres.

    Leia tudo sobre: Anitta Instagram