Tamanho do texto

Monarca teria criado uma regra específica para impedir que a Duquesa de Sussex adotasse um cão; fonte próxima à Família Real falou sobre o assunto

Meghan Markle e o Príncipe Harry estavam planejando adotar um cachorrinho para fazer companhia ao bebê Archie. Todavia, segundo o Radar Online , a Rainha Elizabeth II não estaria feliz com a possibilidade de um vira-lata no Palácio de Buckingham e teria criado uma regra que proíbe novos cães no local.

Leia também: Troca de babás de Archie resgata rumores sobre gênio difícil de Meghan Markle

Meghan Markle e Rainha arrow-options
Reprodução / Instagram
Meghan Markle e Rainha

“Harry e Meghan Markle mudaram os seus escritórios para o Palácio de Buckingham e a Rainha Elizabeth II não quer um novo cachorro mexendo em seus tapetes”, disse uma fonte ao site.

Leia também: Paródia de Meghan Markle gera acusações de racismo contra TV britânica

“Além disso, os seus Corgis [raça dos cachorros de estimação de Rainha] comandam o local e não aceitam de forma amigável estranhos”, completou.

Ainda de acordo com a fonte, a Rainha disse que Meghan pode fazer o que quiser em sua nova casa, Frogmore County, para onde ela e o Príncipe Harry mudaram pouco antes de Archie nascer, desde que não leve o cachorro ao palácio.

“Meghan ficaria devastada com isso, pois resgatar animais é uma de suas paixões”, alegou a fonte próxima à Família Real. Antes de morar no Reino Unido, a Duquesa já tinha adotado dois cãezinhos, Guy e Bogart. Em 2018, ela e Harry já haviam adicionado um membro de quatro patas à família.

Leia também: Reforma na casa de Harry e Meghan gera atrito político na Inglaterra

Os rumores de proibições por parte da Rainha para Meghan Markle e Harry não são recentes. Dizem que a monarca chegou a vetar um livro de memórias que a Duquesa gostaria de escrever.