Aos 40 anos, Suzana Alves está mais do que pronta para se desvincular da personagem que a consagrou nas telas. Quem não viveu os anos 90, certamente já ouviu falar da Tiazinha , personagem criada para o "Programa H" (1998-2000) de Luciano Huck na Bandeirantes e que mexia com o imaginário masculino. Após 20 anos afastada dos holofotes, a artista retorna em grande estilo encarnando a polêmica Inês em “Topíssima”, nova trama da Record TV .

Leia também: Daniel admite que já teve caso com Tiazinha

Suzana Alves
Divulgação
Suzana Alves

A personagem não apareceu na primeira semana de “ Topíssima ”. Sua primeira cena foi ao ar na noite desta terça-feira (28). Fazendo par romântico com Eri Johnson, apesar de ser rodeada de humor, a personagem trabalha assuntos importantes, como o ciúme doentio e como isso pode ser nocivo para os relacionamentos.

Leia também: Suzana Alves sobre passado como Tiazinha: "Portas abrem com mais facilidade"

“A Inês é uma mulher apaixonada pelo marido, histérica e muito insegura consigo, ela criou na mente dela que se ele conhecer outra mulher, pode ser que ela perca ele”, declara a atriz.

Questionada se o calcanhar de Aquiles de sua personagem é algo que tem em sua vida real, Suzana nega veementemente: “Não, graças a Deus! No lugar dela eu estaria me tratando. É algo assustador, o ciúmes é uma doença que não vai te deixando viver”.

Ainda abordando o sentimento que regerá a jornada de sua personagem na trama. A artista afirma que a missão de sua personagem, através do humor, é fazer com que as pessoas entendam o lado ruim do sentimento e assim direcioná-las para uma epifania.

“É fazer com que as pessoas se reconheçam e queiram mudar, para viver melhor, poder curtir, ter paz dentro da sua casa, para não ser uma mulher goteira, chata o tempo todo, para aprender a conduzir o casamento para um lugar de tranquilidade”, completa a artista.

Adeus Tiazinha

Suzana Alves
Divulgação
Suzana Alves

Intérprete de uma personagem ousada que marcou época nos anos 90, a Tiazinha ,  Suzana encarnou o ditado popular “da água para o vinho”. Focada em ter uma vida pessoal mais reservada e recatada, ela considera-se uma cristã, que faz de sua religião uma bússola para a vida.

“A minha vida espiritual é a coisa mais importante para mim, desde criança que eu sou assim. Graças as coisas que vem acontecendo no mundo, as pessoas estão abrindo os olhos para esta nova realidade”, declara ela citando a maneira como é vista pela sociedade.

Atualmente mãe de dois filhos, Suzana explica que ser mais reservada a privou de sofrer críticas pela maneira como educa e cuida de seus filhos - o que acontece com frequência em casos como o de Sabrina Sato, Isis Valverde e outras famosas do universo televisivo.

“Eu não exponho minha vida particular, então eu não tenho esse tipo exposição. Como eu tive muita fama e exposição quando era mais nova, eu vi que não tinha graça nenhuma. Vi que eu tinha tudo e não tinha nada, aí eu fui buscar esses valores de família e amizade”, declara a atriz, que acrescenta entre risos: “Atualmente, as coisas são mais vividas do que faladas”.

A sombra do passado

Perguntada sobre como lida com a percepção das pessoas sobre Tiazinha, Suzana alega não ter problemas: “Antigamente eu era uma menina muito nova, a gente vai amadurecendo e melhorando”, diz ela que completa: “Não tenho nenhum tipo de encanação, respeito e busco fazer o que eu amo, sem me preocupar com o que vão pensar”.

Leia também: Suzana Alves celebra dois meses do primeiro herdeiro

Empenhada em fazer de Inês um sucesso, Suzana Alves está 90% focada em " Topíssima ", da Record TV . Os outros 10% ela divide para dar andamento a trabalhos paralelos, como seu livro que, apesar de esperado por muitos, ainda não tem data de lançamento.

    Veja Também

      Mostrar mais