Tamanho do texto

Cantora tomou a decisão de se internar em uma clínica de reabilitação após medicação para problemas mentais não surtir efeito esperado por médicos

Parece que a repentina crise emocional e, consequentemente, internação em uma clínica de reabilitação de Britney Spears foi causada por conta de um coquetel de medicamentos que a cantora toma.

Leia também: Internada em clínica psiquiátrica, Britney Spears manda recado para os fãs

Britney Spears posa ao lado de uma janela
Reprodução/Instagram
Britney Spears


De acordo com o TMZ , a combinação dos remédios prescritos a Britney Spears não estavam sendo eficazes o suficiente, gerando uma grave  crise na saúde emocional da estrela pop. Segundo o site, a loira passou por tempos difíceis ao lidar com a doença do pai, Jamie. Ao mesmo tempo, passava por um período de testes de novas combinações de medicações para controlar problemas mentais.

Leia também: Canções de Britney Spears estarão em musical sobre princesas modernas

A combinação foi feita especialmente para ela e, após um certo período, não surtia mais efeito desejado pelos médicos. Então, um novo coquetel de remédios foi receitado, mas o efeito não foi positivo. Por conta disso, Britney foi tirada da medicação, o que teria causado um efeito grave, a deixando instável e fazendo com que ela parasse de cooperar com os médicos.

O TMZ ainda afirma que agora os medicamentos foram corretamente receitados, o que deixa a cantora muito perto de sair da clínica em que está internada. No último domingo (21), a celebridade comemorou a Páscoa ao lado do namorado, Sam Asghari, mas voltou ao local no fim do dia.

Leia também: Las Vegas vira refúgio para Mariah Carey, Britney e divas do pop dos anos 00

Ainda que a escolha de se internar em uma clínica de reabilitação trouxesse a atenção da imprensa internacional, foi a própria Britney Spears quem tomou a decisão.