Tamanho do texto

Em mais uma polêmica, Kanye West voltou a defender o presidente Donald Trump, disse que a escravidão e foi duramente criticado por jornalista

Kanye West voltou às controvérsias com força total nas últimas semanas. Prestes a lançar um novo trabalho, ele utilizou o Twitter para fazer declarações que fizeram, mais uma, vez, seus fãs questionarem sua sanidade.

Kanye West deu entrevista ao TMZ e disse que os 400 anos de escravidão enfrentados pelos negros foram uma
Reprodução/TMZ
Kanye West deu entrevista ao TMZ e disse que os 400 anos de escravidão enfrentados pelos negros foram uma "opção"

O rapper continuou defendendo o presidente Donald Trump e até lançou uma música explicando seus motivos. Agora, ele foi além do aceitável e deu declarações polêmicas em uma entrevista. Ao falar com o site de entretenimento TMZ, Kanye West comentou sobre a escravidão : “a gente ouve dizer que a escravidão durou 400 anos. Quatrocentos anos? Parece uma opção", disse.

Leia também: Treta! Comparação de Kanye West com o filme "Corra!" irrita Kim Kardashian

Enquanto ainda estava nos estúdios, porém, ele foi questionado e criticado por um membro da equipe do TMZ , o jornalista Van Lathan, que não mediu palavras para falar com West: “Eu acho que você não está pensando nada. Eu acho que o que você está fazendo agora é a ausência do pensamento. E eu acho isso porque Kanye, você tem direito a sua opinião, você tem direito a ser o que você quiser. Mas existem fatos e existem consequências reais por trás de tudo o que você acabou de dizer”, falou.

Ele ainda continuou: “E enquanto você está fazendo música, sendo um artista e tendo a vida que você mereceu sendo um gênio, o resto de nós na sociedade temos que lidar com essas ameaças às nossas vidas. Nós temos que lidar com a marginalização que veio acompanhada dos 400 anos de escravidão que você disse que para o nosso povo foi uma opção. Honestamente, estou decepcionado e estou incrivelmente magoado com o fato de que você se transformou em algo, para mim, que não é real”, desabafou Lathan.

Leia também: Kanye West ataca Beyoncé e diz que Jay-Z contrata "assassinos particulares"

Resposta de Kanye West

Jornalista Van Lathan criticou Kanye West duramente por seus comentários sobre escravidão
Reprodução/TMZ
Jornalista Van Lathan criticou Kanye West duramente por seus comentários sobre escravidão

Foi no próprio Twitter que o rapper se dirigiu para falar sobre a imensa repercussão negativa que seus comentários tiveram. “Mais uma vez estou sendo atacado por oferecer novas ideias”, falou em um tuíte.

“Meu ponto é que para nós continuarmos nessa posição mesmo com os números do nosso lado, significa que nós estávamos escravizados mentalmente”, tentou explicar. Ele ainda continuou: “o motivo para eu ter falado dos 400 anos é por que nós não podemos ficar aprisionados mentalmente por mais 400 anos. Nós precisamos da nossa liberdade de pensamento agora. Até meu comentário foi um exemplo de pensamento livre. Foi só uma ideia”.

Leia também: Kanye West surta antes de show e diz ser mais influente que Picasso e Kubrick

Sempre polêmico, Kanye West tem causado mais controvérsia ainda nos últimos anos. Em 2016 ele chegou a ficar um tempo internado, depois de cancelar o resto de sua turnê. Durante seus shows, ele já havia manifestado apoio a Trump, bem como feito críticas ao seu amigo e colaborador de longa data, Jay-Z.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.