Não satisfeitos com a fama, muitos artistas se envolveram na vida política para defender uma causa que acreditam ser ainda mais importante do que suas carreiras. Figuras públicas como cantores, atores, ex-jogadores e ex-BBBs, tentaram entrar no mundo político, mas muitos não conseguiram sucesso. 
Leia também: 2017: o ano em que a política e a arte colidiram

undefined
Reprodução
Dr. Rey desistiu da pré-candidatura à presidência, mas será pré-candidato a deputado federal por São Paulo


Quem é o exemplo contraditório no mundo dos artistas é o ex-BBB Jean Wyllys, participante e ganhador da quinta edição do reality, Jean foi eleito deputado federal pelo Rio de Janeiro em 2010 e reeleito em 2014 como o sétimo mais votado. 

Veja a lista de artistas que se envolveram com política:

  • Netinho de Paula
undefined
Divulgação
Netinho de Paula começou sua carreira política em 2008


Em São Paulo, o cantor de pagode, Netinho, começou sua carreira política como vereador em 2008, pelo PCdoB (Partido Comunista do Brasil). O cantor seguiu na vida política envolvido em fortes polêmicas como o caso de agressão à ex-mulher e infidelidade partidária. Em 2012, se candidatou para prefeito da capital paulista, mas desistiu para apoiar a canditura de Fernando Haddad, onde foi escolhido para seu secretariado, na Secretaria de Promoção da Igualdade Racial. Atualmente, Netinho é filiado ao Partido Democrático Trabalhista.

  • Tiririca
undefined
Reprodução
Em 2010, o artista Tiririca foi o mais votado em São Paulo, com 1,35 milhão de votos


Em 2010, o humorista foi o mais votado em São Paulo, com 1,35 milhão de votos. Já em 2014, teve 1,01 milhão de votos e ficou em segundo lugar, atrás de Celso Russomanno (PRB-SP). No fim do ano passado, o artista decidiu que vai cumprir seu mandato até o final, mas não irá se reeleger para o cargo, alegando estar "com vergonha", decepcionado com os colegas e com a política brasileira. Em seu discurso, Tiririca também pediu que os outros parlamentares "olhem pelo País".

  • Leci Brandão 
undefined
Divulgação
A cantora Leci Brandão começou sua carreira política em 2004



A cantora Leci Brandão começou sua carreira política em 2004, quando tornou-se Conselheira da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e membro do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, permanecendo nestes postos por dois mandatos. Em fevereiro de 2010, a artista filiou-se ao PCdoB (Partido Comunista do Brasil) e candidatou-se ao cargo de deputada estadual, tendo sido eleita e reeleita em 2014. 

  • Mc Carol
undefined
Reprodução
MC Carol anunciou sua pré-candidatura nas eleições de 2018


A funkeira Mc Carol anunciou sua pré-candidatura ao cargo de deputada estadual do Rio nas eleições 2018. Em 2014, se filiou ao PC do B (Partido Comunista do Brasil). A artista afirma que tomou a decisão depois de conversar muito com a vereadora Marielle Franco, assassinada em março junto com seu motorista, e com Talíria Petrone, vereadora do PSOL em Niterói. A principal defesa da jovem de 24 anos é a questão da mulher.

  • Dudu Nobre
undefined
Reprodução/TV Globo
O cantor Dudu Nobre foi acusado de não pagar sua campanha política nas eleições de 2016



Candidato a vereador pelo PT do B (Partido Trabalhista Brasil) no Rio de Janeiro nas eleições de 2016, o sambista Dudu Nobre ficou em 260º lugar com 1.625 votos e não se elegeu. O cantor também foi denunciado publicamente nas redes sociais pela publicitária que fez sua campanha política por não ter pago 

Leia também: Ironia, decepção e festa: como os famosos reagiram à ordem de prisão contra Lula

  • Dr. Rey
undefined
Reprodução
Dr. Rey desistiu da pré-candidatura à presidência, mas será pré-candidato a deputado federal por São Paulo


Quem também está na lista de artistas com engajamento na vida política é o cirurgião plástico Dr. Rey. Em 2014, Dr. Rey concorreu a uma vaga de deputado federal nas eleições de São Paulo pelo Partido Social Cristão (PSC), não não foi eleito. Logo após, filiou-se ao Partido Ecológico Nacional (PEN), tornando-se seu vice-presidente nacional. Já no final de 2017, Dr Rey divulgou interesse em uma pré-candidatura à presidência do Brasil nas eleições desse ano, mas desistiu e está investindo na pré-canditatura para deputado federal. 

  • Thammy Miranda
undefined
Reprodução
Thammy Miranda foi candidato a vereadora nas eleições de 2016, mas não foi eleita


Em 2016, Thammy Miranda foi candidato a vereador pelo PP (Partido Progressista) na cidade de São Paulo. O filho da cantora Gretchen teve 12.408 votos e não conseguiu se eleger. 

  • Pink
undefined
Nando Chiappetta/DP/D.A Press
A ex-BBB Pink está envolvida com a política desde 2008, quando se candidatou pela primeira vez como vereadora


Participante da quinta edição do "Big Brother Brasil", a ex-BBB Pink se candidatou a vereadora no Recife pela terceira vez em 2016, mas assim como em 2008 e em 2012, foi derrotada. Candidata do PSC (Partido Social Cristão), em 2016 teve 901 votos e ficou em 161º lugar pela disputa na capital pernambucana. 

  • Marcelinho Carioca
undefined
Reprodução
O ex-jogador Marcelinho Carioca iniciou sua vida política em 2010


O ex-jogador e ídolo do Corinthians Marcelinho Carioca começou sua carreira na política em 2010, quando foi suplente de deputado federal. Em 2012 e 2014, perdeu as eleições para vereador e deputado estadual e acabou tomando posse na Câmara quando o deputado Márcio França se licenciou em 2015. Nas eleições de 2016, não conseguiu se eleger vereador pelo PRB (Partido Republicano Brasileiro) em São Paulo.

Leia também: "Será que perdemos a batalha"? Famosos reagem ao assassinato de Marielle Franco

  • Theo Becker
undefined
Nilo Lima
Theo Becker tentou segui na carreira política como vereador do Rio de Janeiro, mas não conseguiu


O ator tentou entrar no cenário político nas eleições de 2016 quando se candidatou para vereador da cidade do Rio de Janeiro pelo  PRB (Partido Republicano Brasileiro). O ator não conseguiu, ficou com apenas 421 votos e em 612º lugar na disputa. 

  • Tati Quebra - Barraco
undefined
Reprodução Instagram
Tati Quebra Barraco se lançou como candidata em 2010


Tati Quebra-Barraco se lançou em 2010 na vida política como candidata à uma vaga na Câmara dos Deputados no Rio de Janeiro pelo partido PTC (Partido Trabalhista Cristão). A funkeira recebeu 1.052 votos e não conseguiu se eleger

  • Simony
undefined
Divulgação
Simony, do programa infantil "Balão Mágico", também se envolveu com política


Em 2010,  a cantora e atriz Simony,  do programa "Balão Mágico", se candidatou a uma vaga para deputada estadual em São Paulo, e afirmou que pretendia lutar pelos direitos da mulher. Simony recebeu cerca de 7 mil votos, mas não conseguiu se eleger.

  • Dhomini
undefined
Reprodução
Ganhador do ex-BBB 3, Dhomini também tentou entrar na vida política


Em 2004, Dhomini se candidatou a vereador em Goiânia (GO), mas não conseguiu se eleger. O vencedor da terceira edição do “Big Brother Brasil” voltou à política em 2010, disputando uma vaga de deputado estadual, mas desistiu antes do pleito.

Outros artistas que se envolveram na vida política são Compadre Washington, a cantora Gretchen, o cantor Agnaldo Timóteo e os irmãos Kiko e Leandro da banda KLB. 

    Veja Também

      Mostrar mais