Tamanho do texto

Sérgio Guizé, um ator que busca seu espaço na TV, mas já tem um currículo de dar inveja no teatro, palco em que mostra o máximo do seu talento!

No ar como Gael, na novela "O Outro Lado do Paraíso", Sérgio Guizé recebeu diversas críticas não só pelo seu personagem mal elaborado e perdido dentro da trama, como também por sua atuação. O ator tenta conquistar seu espaço na Rede Globo , mas vive altos e baixos na telinha, tendo nos palcos do teatro seu verdadeiro atestado de talento. 

Leia também: Sergio Guizé fala francês e tem cenas quentes com Débora Nascimento em filme

Sérgio Guizé na peça
Grima Grimaldi/Veja SP
Sérgio Guizé na peça "Oeste Verdadeiro" (2017)


Sérgio Guizé na teledramaturgia

Com um currículo vasto no teatro e cinema, Sergio Guizé  começou a causar sensação na Globo como uma das apostas da casa, após ser destaque na primeira temporada da série "Sessão Terapia" (2012), dirigida por Selton Mello no GNT. 

O ator foi convidado para estar em "Saramandaia" (2013), remake da novela de 1976, onde deu a vida ao personagem João Gibão, feito na primeira versão pelo ator Juca de Oliveira. Antes disso, Guizé havia feito pequenas participações em novelas como "Da Cor do Pecado" (2004) e "Caminho das Índias" (2009) e na série "Tapas e Beijos", como o travesti Lorraine. 

Sérgio Guizé foi João Gibão no remake de
Alex Carvalho/TV Globo
Sérgio Guizé foi João Gibão no remake de "Saramandaia" (2013)


Após "Saramandaia", o ator conseguiu o papel de protagonista na novela "Alto Astral" (2014), após Rafael Cardoso e Bruno Gagliasso serem cotados para outros trabalhos. Substituindo "Geração Brasil", a novela das 19h teve bons índices de audiência e conquistou o público por ter uma trama leve. Guizé havia conquistado seu primeiro papel de protagonista na TV, já que a sua casa na maior parte da sua vida foi o teatro. Logo após veio " Êta Mundo Bom! ", apresentando Candinho, um persoangem que deixou muita gente dividida. Com traços de Mazzaropi e um humor inocente, o personagem ditava a trama da novela, mas também era um pouco cansativo. 

Leia também: Gael não está sozinho! Relembre sete personagens machistas da TV

Sérgio Guizé como Candinho na novela
Globo / João Cotta)
Sérgio Guizé como Candinho na novela "Êta Mundo Bom!" (2016)


Entrando em " O Outro Lado do Paraíso ", não foi só o personagem Gael que foi alvo de críticas, como também a atuação de Sérgio Guizé. Sendo comparado com o Fiuk, o Ruy de "A Força do Querer". 

A atuação de Guizé também é questionável, mostrando que ator parece estar sempre forçando uma situação e sem muita animação, mesmo atuando ao lado de grandes nomes como Marieta Severo, Fernanda Montenegro e Lima Duarte. 

Teatro e cinema

Sérgio Guizé como o personagem Julio César, na peça
Divulgação / João Caldas
Sérgio Guizé como o personagem Julio César, na peça "Chá com Limão" (2012)


Leia também: Sérgio Guizé x Fiuk: protagonistas de atuações questionáveis; quem é pior?

Em seu currículo nos palcos, o ator soma 21 peças, dentre elas clássicos como "O Beijo no Asfalto" (1998) e "Os 120 Dias de Sodoma" (2005 - 2007), e outras como "Pornô Falcatrua 18.63" (2010), "Chá com Limão" (2012) e "Oeste Verdadeiro" (2017). Em "Oeste Verdadeiro", seu personagem Lee Johnson recebeu indicações na categoria de Melhor Ator em prêmios como o Prêmio Shell e Troféu APCA. 

Já no cinema, Sérgio Guizé participou do grande sucesso de bilheteria "Bruna Surfistinha" (2009) e integrou o elenco do filme "Vai que dá Certo" (2012), "Uma Loucura de Mulher" (2016) e "BR716" (2016). Esse ano, o ator já soma os filmes "Tudo Bem Tudo Bom", "Terapia do Medo", "O Homem Perfeito", "Mulheres Alteradas" e "Além do Homem".