Tamanho do texto

Ator ainda não está confirmado como Jesus Cristo na próxima trama da Record, mas ele intensifica a preparação na expectativa de convencer a direção da emissora de que é a melhor opção para o papel

É carnaval, mas Theo Becker está em um retiro dedicando-se à vocação, percepção dele mesmo, para interpretar Jesus Cristo. “É o melhor papel da história da TV”, diz o ator e apresentador de 41 anos nesta entrevista ao iG Gente .

Leia também: Por que cobramos mais moralidade e ética de BBBs do que de homens públicos?

Theo Becker se prepara para o papel mais importante de sua carreira
Nilo Lima
Theo Becker se prepara para o papel mais importante de sua carreira

Theo Becker tem uma obsessão e ela é interpretar Jesus Cristo . A presença do filho de Deus é uma constante na entrevista que concedeu à reportagem do iG . A Record havia sinalizado interesse em ter Rodrigo Santoro, que já viveu Cristo no remake de “Ben-Hur”, mas ainda não bateu o martelo.

Leia também: Cátia Fonseca revela equipe de seu novo programa na Band

Reza a lenda que a direção da emissora quer um ator “ficha limpa” para interpretar o icônico personagem. Becker aposta em uma trajetória de redenção, que inclui uma rotina de exercícios e um laboratório para “desenvolver uma experiência pessoal” com Cristo como credenciais a seu favor.

“Ainda não foi não foi decido pela alta direção da casa, mas uma vez que estou contratado posso ser escalado”, argumenta.  “Por este motivo tenho dado o meu melhor, me preparando para este papel, com toda determinação e fé”, observa o ator. O ator comenta que o laboratório no qual tem se engajado para se conectar com a trajetória de Cristo tem sido mais desafiador do que a rotina de exercícios e a dieta baseada em verduras, legumes, frutas e sementes.  A ideia é obter uma comunhão transversal com a figura de Cristo.

Dedicação

Theo Becker
Nilo Lima
Theo Becker

Depois de uma temporada como apresentador e outra como músico, “lancei dois CDS, um com a banda e outro em carreira solo”, Becker não pensa exatamente em uma fase como ator. Na Record já protagonizou as novelas “A Escrava Isaura”, “Prova de Amor”, “Caminhos do Coração” e “Os Mutantes”, enquanto que na Globo apareceu em “Celebridade”, atualmente no ar em “Vale a Pena Ver de Novo”, mas em viver Jesus, já que crê ser impossível interpretar o filho de Deus e não ser tocado por ele.

Relembrando “A Fazenda”

Becker diz que atualmente não participaria de um reality show, a não ser que ocupasse a função de apresentador. Ele defende que foi um jogador à frente de seu tempo. “Criei o melhor personagem, o cara da bandana, mas depois descobri que não tinha o  24 horas e que não aparecia eu desconstruindo o personagem lá dentro  da casa”, teoriza. “Ou seja ele virou real para todos aqui fora, inclusive familiares e amigos”. Em sua avaliação, os realities se pasteurizaram e a edição busca freneticamente vilões e mocinhos e a narrativa pouco difere da de uma novela.

Leia também: Dado Dolabella é preso por não pagar pensão alimentícia: "Queria poder dar mais"

Paternidade e política

“Foi a melhor benção de Deus que eu podia sentir”, diz em relação ao seu filho com Raphaela Lamim, nascido em outubro de 2016. “O simples fato de passar horas ao lado do meu filho já me faz aprender com ele”.

Theo Becker é franco sobre um dos episódios mais controvertidos de sua carreira. Sua candidatura à Câmara Municipal do Rio de Janeiro pelo PRB. “Eu queria descobrir o que estava havendo na política e porque o povo não é beneficiado se paga tantos impostos”, afirma. Ele não descarta nova candidatura no futuro, mas não enquanto os votos forem eletrônicos. Ele não acredita na lisura do sistema eleitoral vigente no País.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas