Tamanho do texto

O ator americano de 73 anos é nome tragado pelo escândalo que assola Hollywood. Marido de Catherine Zeta-Jones nega acusações

Em meio a tantos escândalos de assédio sexual que rodeiam Hollywood nos últimos meses, nesta quarta-feira, o ator e produtor norte-americano Michael Douglas , 73 anos, também entrou na lista. Em entrevista à revista americana Deadline , o ator afirmou que uma ex-funcionária acusava-o de assédio sexual . O ator negou todas as acusações – que ainda não foram publicadas como também o nome da funcionária – e afirmou estar perplexo com tudo que está acontecendo.

Michael Douglas e a mulher Catherine Zeta Jones
SplashNews
Michael Douglas e a mulher Catherine Zeta Jones


Segundo Michael, no fim do ano passado, um jornalista do Hollywood Reporter entrou em contato para ouvir a sua versão sobre o suposto caso que aconteceu há mais de 30 anos. A mulher acusa o ator de se masturbar na sua frente e ter atrapalhado com o seguimento da sua carreira.

O ator defendeu-se dizendo que não há nenhuma verdade sobre isso e afirmou que apoia integralmente o movimento feminino  contra o assédio sexual: “Me masturbando na frente dela? Nem sei por onde começar. É uma mentira completa, uma notícia fabricada, não há nenhuma verdade sobre isso. Eu me orgulho de apoiar o movimento feminino (contra assédio sexual em Hollywood). Minha mãe foi atriz, eu sou casado com uma atriz ( Catherine Zeta Jones ) e tenho apoiado esse movimento integralmente nos últimos anos. Tive cerca de 20 mulheres que trabalharam como executivas em minha empresa em diversas áreas nos últimos anos. Dividi a produção de mais de 20 filmes com mulheres, sem contar todas as centenas de atrizes com quem trabalhei”.

Mesmo que a acusação ainda não tenha sido publicada, causou um sentimento extremamente doloroso no ator. "É extremamente doloroso. Eu me orgulho da reputação que tenho nesse negócio, sem contar toda a história do meu pai (ator e produtor Kirk Douglas ). Não tenho esqueletos no meu armário ou alguma outra coisa escondida. Estou perplexo que, depois de 32 anos, essa história está aparecendo agora”, afirma.

Leia também: Após ganhar Globo de Ouro, James Franco é alvo de acusações de assédio sexual

Michael Douglas também revelou preocupação com a família diante desse caso e diz ter apoio da mulher e atriz Catherine Zeta Jones: “A parte que mais machuca é ter que dividir esse tipo de coisa com sua mulher e seus filhos. Meus filhos estão muito tristes, indo para a escola preocupados que saia alguma matéria dizendo que eu sou um abusador. Eles estão assustados. Minha mulher tem uma longa carreira como atriz e ela tem me apoiado. Então o que é isso? A mulher (que o acusa) é uma blogueira. Fizemos uma rápida pesquisa e vimos que ela menciona o meu nome às vezes no seu blog, mas nada terrível. Isso me faz acreditar que ela escreveu ou está tentando escrever um livro. Não acredito que  alguém pode causar tanto sofrimento a outra pessoa como ela está fazendo. Talvez ela esteja descontente com o rumo de sua carreira e esteja guardando rancor".

No fim da entrevista ao Deadline, Michael justifica-se por ter se pronunciado antes da acusação ser publicada como um meio de tomar controle da narrativa.  

Prêmios

Michael Douglas levou dois Oscar para casa como Melhor Ator em ‘Wall Street’ (1987) e Melhor Filme com ‘One Flew Over the Cuckoo’s Nest’ (1975). O sucesso de ‘Wall Street’ ainda rendeu ao ator um Globo de Ouro por Melhor Ator Drama em 1987. O prêmio honorário do Globo de Ouro Cecil B. DeMille foi entregue ao ator em 2004 como também outro Globo de Ouro por Melhor Ator de Minissérie ou Filme por ‘Behind the Candelabra’ em 2013.

Leia também: Estrelas vestem tapete vermelho do Globo de Ouro de preto contra assédio sexual

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.