Tamanho do texto

De férias desde o final de "A Força do Querer", a atriz compartilhou uma foto do seu ensaio para a capada revista Rolling Stone, onde aparece como Eva

Depois do grande sucesso de Ritinha em "A Força do Querer" , Isis Valverde está curtindo bastante duas férias, mas na tarde deste sabadão (11), a atriz usou seu Instagram oficial para relembrar o ensaio que fez para a capa da revista  Rolling Stone , em agosto deste ano.

Leia também: Isis Valverde sobre fofocas após "Amores Roubados": "Vivi mentiras horrorosas"

Isis Valverde posa como Eva para capa da Rolling Stone e conta sobre momentos difíceis na separação de Cauã Reymond
Divulgação/Rolling Stone Brasil
Isis Valverde posa como Eva para capa da Rolling Stone e conta sobre momentos difíceis na separação de Cauã Reymond


Isis Valverde compartilhou uma foto em que aparece de topless, posando como Eva e, é claro, provocando com pose. "Maravilhosa", "Gatona" e "Poderosa", comentaram alguns seguidores.

Leia também: Fiu fiu! Jade Barbosa mostra corpão em dia de piscina

❣️ #Apple @rollingstonebrasil @rollingstone @tonreis @karenbrusttolin @vmoratelli @damascenomarcio @daryandornelles

Uma publicação compartilhada por isis valverde (@isisvalverde) em


Durante a entrevista para a revista, a atriz relembrou da época em que foi apontada como pivô da separação de Grazi Massafera e Cauã Reymond, pouco tempo antes da estreia da minissérie global "Amores Roubados", em 2014. Na época, Isis estava solteira e recebeu diversos xingamentos através das redes sociais e foi alvo de fofocas.

Leia também:  Lexa oficializa noivado com Guimê com joias de mais de R$ 200 mil

"Fui muito traída por amigos próximos, vivi mentiras horrorosas. Comecei a varrer todo mundo pra fora. ‘Sai! Sai daqui!”, contou a jovem atriz. Isis Valverde também reconheceu que tem defeitos, mas que nunca fez o mal para ninguém. “Eu não sou santa, tenho milhões de defeitos. Mas eu nunca conspirei contra os outros. Eu não fui criada assim, minha família nunca me instigou a alimentar inveja, ódio, raiva, a desejar o mal de ninguém. Por isso, quando as pessoas armam pra mim, eu caio. Eu não vejo as armadilhas. É bizarro”, explicou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas