Tamanho do texto

A cantora e pastora Sarah Sheeva, em entrevista ao programa "Sensacional" confessou que prefere ficar longe do que desperta seus desejos sexuais

Em 1997, quando Sarah Sheeva anunciou a sua conversão à religião evangélica, a notícia chegou com muita surpresa para o público. Fruto de um casamento pra lá de musical e transgressor, de Pepeu Gomes e Baby do Brasil, ambos integrantes da banda de sucesso Novos Baianos , Sarah foi a primeira da família a se converter à religião. Diante de diversas críticas que rondaram sua vida nos últimos 20 anos, a artista resolveu falar abertamente sobre uma das maiores: a abstinência sexual. No programa “ Sensacional ”, apresentado por Daniela Albuquerque, a cantora colocou sob os holofotes tudo o que pensa sobre o assunto.

A cantora e pastora Sarah Sheeva conversou sobre sua abstinência sexual em programa de televisão
Reprodução
A cantora e pastora Sarah Sheeva conversou sobre sua abstinência sexual em programa de televisão


Leia também: Séo Fernandes se encontra no gospel: "Passei quatro anos sem querer cantar"

“Cada um tem um chamado na Terra e uma de minhas missões é essa, de ficar solteira e ser até mesmo ridicularizada, perseguida por isso. Tem gente que entra na internet para me xingar de doida, mas não tem problema, porque entendo que nasci para isso”, contou Sarah Sheeva. Optando por não manter relações sexuais até o casamento, a cantora conta que a mudança não foi fácil no começo.“No meu caso, que venho do mundo, não nasci na Igreja, não sou uma mocinha virgem que nunca experimentou nada, eu tenho memórias. Se eu beijar na boca, é igual ferro: liga em cima e esquenta onde? (risos). É uma luta, gente! Então para que vou começar a esquentar uma parada que não posso esfriar? Só vou pegar na mão no dia do meu noivado, meu namoro será bem radical”, contou a artista, que também confessou não se masturbar e evitar realizar certas atividades que incitem o desejo sexual.

Leia também: Nada de sexo: veja as celebridades que já assumiram abstinência sexual

Ao ser questionada pela apresentadora o que é “aquilo maravilhoso” ao qual Sarah sempre menciona, a cantora respondeu: “é o sexo”. “Aquilo maravilhoso’ não é o homem pelado, é a relação sexual, por que? É maravilhoso, Deus que criou, não é porque eu não tenho vida sexual ativa que eu não vou dizer a verdade”.

Leia também: 20 escândalos sexuais que marcaram a carreira de celebridades

Vestimentas

Em um contexto onde a equidade de direitos entre homens e mulheres tem ganhado força no espaço público, a artista revelou sua opinião sobre a escolha de roupas das mulheres: “Concordo que você colocar uma roupa sexy não dá direito a ninguém de nada, lógico, mas maluco, psicopata tem em todo lugar. Vai ver as mulheres feministas de 60, 50 anos atrás, elas andavam com faca, com arma, porque sabiam se defender”.

A entrevista completa com Sarah Sheeva vai ao ar no 'Sensacional' desta quinta-feira (5), às 22h30, na RedeTV!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas