Tamanho do texto

Post da repórter da Rede Globo veio após juiz dizer que não houve constrangimento em caso que homem ejacula no pescoço de uma mulher

Rafa Brites usou seu Instagram na manhã desta sexta-feira (01) para compartilhar um vídeo em que uma mulher aparece jorrando leite de seus seios. A publicação é um protesto contra o juiz José Eugênio do Amaral Souza Neto que falou que não houve constrangimento no episódio em que um  homem ejacula no rosto de uma mulher dentro de um ônibus na Avenida Paulista.

Leia também: Gisele Bündchen, Sandy e outros artistas protestam contra exploração da Amazônia

Rafa Brites usou Instagram para ironizar decisão de juiz em São Paulo
Reprodução/Instagram
Rafa Brites usou Instagram para ironizar decisão de juiz em São Paulo


"E isso é constrangedor.... Acorda José!", escreveu Rafa Brites . Nos comentários, a atitude da repórter foi muito elogiada por seus seguidores. "Você arrasa", disse uma seguidora. "Quebrando tabus, amei", disse outra. "Melhor resposta", escreveu mais uma internauta.

E isso é constrangedor.... Acordem Josés!

Uma publicação compartilhada por Rafa Brites (@rafabrites) em


Entenda

Na terça-feira (29), um rapaz foi preso em flagrante por ter ejaculado no pescoço de uma mulher, dentro de um ônibus, em São Paulo, e foi solto um dia depois, na quarta-feira (30). Para a justiça paulistana, o homem, denunciado por estupro, não cometeu o crime, e sim uma contravenção penal, que pode ser resolvida ao pagar uma multa.

Leia também: 'Temos que escolher por qual violência passar', diz vítima de abuso na Paulista

No ônibus, Diego Ferreira de Novais, 27 anos, que já acumulava 16 denúncias de crimes sexuais, estava em pé, ao lado de duas mulheres sentadas. Ele começou a se masturbar e ejaculou no pescoço de uma delas. A vítima denunciou, o rapaz tentou fugir, mas o cobrador do coletivo não permitiu. Ainda de acordo com testemunhas, passageiros tentaram agredir Diego, mas foram impedidos.

"Entendo que não houve constrangimento tampouco violência ou grave ameaça, pois a vítima estava sentada em um banco de ônibus, quando foi surpreendida pela ejaculação do indiciado", declarou o juiz José Eugenio do Amaral Souza Neto".

Leia também: Carolina Dieckmann e Maria Ribeiro dão beijão em protesto contra homofobia

Assim como Rafa Brites, outras famosas também se pronunciaram e protestaram contra o ato. A repórter da Globo não deixou claro se a mulher do vídeo é ela ou outra pessoa.

    Leia tudo sobre: Instagram